Anunciado na semana passada e treinando já no Jayme Cintra, o lateral Diego Macedo viralizou nas redes sociais com uma foto da sua apresentação no Paulista para reforçar o time na disputa da Série A3. Bastante honesto, em entrevista ao Ge.Globo, ele disse que está acima do peso e espera entrar em forma.

 

"Fiquei um tempo parado, cerca de sete meses. Acabei engordando um pouco, pois treinar em casa não é a mesma coisa, aí veio a pandemia também. Estou gordo mesmo, uns cinco quilos acima. Mas espero mostrar que o Diego ainda pode jogar na elite do futebol brasileiro. Capacidade já mostrei que tenho", comentou o jogador de 33 anos.

 

Sobrinho de Macedo, ex-jogador do Santos e São Paulo, Diego vestiu camisas de peso, como a do próprio Peixe. O jogador ainda passou por Atlético-MG, Bahia, Corinthians, Cruzeiro, Grêmio, Vasco, entre outros. Cita que fez algumas besteiras que hoje a modalidade futebol não aceita.

 

"Fiz muitas besteiras, era novo e hoje em dia o futebol não aceita mais esse tipo de coisa. Acabei me perdendo na cerveja, balada e isso me atrapalhou demais na carreira. Mas quero provar que sou um novo homem, trabalho pela minha família e sou uma pessoa totalmente diferente do passado", revelou.

 

Diego Macedo não entra em campo profissionalmente desde 2019, quando defendeu o Santo André. No ano passado chegou a atuar nas finais da Série A do Campeonato Amador de Jundiaí, quando defendeu o Estrela da Ponte, que acabou vice-campeão, perdendo da Ponte Preta na final.

 

Em Jundiaí ele venceu duas edições já do Amador: em 2015 com a camisa da Ponte Preta da Agapeama e dois anos depois pelo Palmeiras do Medeiros.

 

Por Thiago Olim

Foto: Divulgação – Paulista FC