O presidente da Uefa, Aleksander Ceferin, pensa em estabelecer um limite salarial na Europa para que os clubes compitam em pé de igualdade no futebol do Velho Continente. O próprio mandatário afirmou que a mudança está sendo estudada pela entidade.

 

"Existem algumas ideias interessantes, mas precisamos de algum tempo para discutir e analisar sua viabilidade antes de fornecer mais detalhes. Não faz sentido criar um sistema que não possa ser verificado de forma eficaz e, portanto, todas as soluções devem ser funcionais", disse o presidente ao "Bild". Atualmente, já vigora na Europa a regra do Fair Play Financeiro, que impede que clube mais ricos façam contratações exorbitantes a qualquer momento.

 

Por Thiago Olim