Na terça-feira (25), o secretário estadual de esportes de São Paulo, Aildo Ferreira, postou nas suas redes sociais que foi realizada uma videoconferência com representantes e ligas do futebol amador. Não foi postado quais representantes participaram. Um dia antes, em uma live, na visão do Governo do Estado, o futebol amador, que eles chamam de futebol de várzea ainda não tem sua prática autorizada em São Paulo.

 

“O futebol de várzea (futebol amador) por ser uma prática amadora e difícil controle e de obediência a um determinado protocolo ainda não tem aprovação, mas isso não impede de apresentar um protocolo para uma retomada. Nossa função é fazer este elo de comunicação entre setores esportivos e o Comitê de Contingência”, disse Aildo.

 

Em 13 de agosto, a diretoria da Federação Paulista de Futebol se reuniu por videoconferência com representantes das Ligas Amadoras do Estado de São Paulo. A reunião foi comandada por Reinaldo Carneiro Bastos, presidente da FPF, e contou com a participação de representantes de 21 ligas, das 25 convidadas.

 

O encontro teve como objetivo dar às ligas o esclarecimento de todas as dificuldades que o futebol paulista tem enfrentado para o retorno das atividades profissionais atendendo a todos os protocolos de saúde e exigências do Governo do Estado de São Paulo. Reinaldo pediu calma e tranquilidade aos representantes diante da situação enfrentada pelo Brasil em função da pandemia da covid-19.

 

Quadras de society

Aildo na mesma live disse que ainda não foram autorizados a retomada de prática esportivas nas chamadas quadra de aluguel, como são conhecidas as quadras de futebol society. “A prática esportiva nas quadras de aluguel e nas quadras poliesportiva ainda não tem protocolo aprovado”, declarou.

 

O secretário disse que na terça-feira se reuniria com representantes desta área para ajudar na elaboração do protocolo a ser entregue para o Comitê de Contingência.

 

Por Thiago Batista

Foto: Divulgação