Por Redação Esporte Jundiaí 

 

O Atlético Desportivo Sarapuí teve negada pela juíza Maria Claudia Moutinho Ribeiro da 1ª Vara Cível do Foro de Jundiaí uma liminar favorável para a instituição contra o Paulista, para que na visão do Atlético Desportivo o contrato entre eles e o Galo para as categorias sub-15, 17 e 20 fosse cumprido. A decisão da juíza foi expedida no último dia 26.

 

No despacho de cinco parágrafos, a juíza descreveu o seguinte: “Com efeito, o requerente pretende, liminarmente, o cumprimento do contrato. Contudo, indica que o pedido principal será o de rescisão contratual, não havendo, portanto, uma unidade lógica entre o pedido cautelar e o principal, devendo aquele ser indeferido”, descreveu.

 



Em fevereiro, quando ainda o presidente do Paulista era Rogério Levada, chegou a ser anunciada, inclusive com publicações na imprensa, de uma parceria entre Atlético Desportivo Sarapuí e Paulista Futebol Clube para as categorias de base – sub-15, 17 e 20 para essa temporada.

 

Segundo o radialista Ayrton Miguel Vaz, da Rádio Cidade 730 AM, em agosto, o Atlético Desportivo foi a justiça pois alega que o contrato entre eles e o Paulista foi quebrado no dia do registro para participação na categoria sub-20. O caso no Paulista está sendo analisado pelo seu departamento jurídico.

 

O Atlético Desportivo, em matéria publicada no Jornal de Jundiaí em 5 de março deste ano, é formado por 15 jundiaienses, e realizava trabalhos em Sorocaba, e agora passa a trabalhar em Jundiaí. O presidente do grupo parceiro, Manassés Alves de Oliveira, explicou na época que o Atlético Desportivo começou seus trabalhos em 2016 em Sorocaba e está em processo de filiação na Federação (FPF), que somente deve ser finalizado no fim de 2021.