Por Redação Esporte Jundiaí - Foto: Divulgação - Conmebol

 

Vindo de quatros jogos sem derrota no Brasileirão, o São Paulo não conseguiu embalar a segunda vitória seguida na Libertadores, no duelo que marcou a retomada do torneio sul-americano que ficou parado por mais de seis meses por conta da pandemia do novo coronavírus. Na noite desta quinta-feira (17), o time paulista recebeu e ficou no empate com o River Plate-ARG, pelo placar de 2 a 2 no Estádio do Morumbi. Os dois gols do time brasileiro foram contra, em jogadas de Reinaldo, ex-atleta do Paulista.

 

Aproveitando a falta de ritmo do River Plate-ARG que não entrava em campo oficialmente há seis meses, o São Paulo começou a partida fazendo pressão na área do adversário. Tanto que não demorou para abrir o placar. Aos nove minutos, após uma boa trama do time paulista, Igor Vinicius inverteu para Reinaldo, que chegou batendo. A bola desviou em Enzo Pérez, bateu na trave e acabou matando o goleiro Armani, que só olhou a bola entrar.

 

A partir daí, o River Plate acordou para o jogo e depois de três tentativas, conseguiu deixar tudo igual. Aos 17 minutos, Julián Álverez apareceu sozinho na área e cruzou na medida para Borré, que livre de marcação, mandou a bola para o fundo das redes.

 

No segundo tempo, aos 34 minutos, o River Plate conseguiu chegar a virada. Após cobrança de escanteio, a bola sobrou para Quarta, que de primeira encontrou Julián Álvarez, livre, que chegou chutando forte, sem chances para Tiago Volpi, colocando o River Plate em vantagem.

 

Porém, o gol de empate do São Paulo veio logo depois e mais uma vez foi um gol contra. Aos 37, Reinaldo tabelou com Hernanes e cruzou na pequena área. O goleiro Armarni espalmou para o meio da área, mas a bola acabou batendo em Angileri e morreu no fundo das redes.

 

Os dois times voltam a campo na Libertadores já na próxima terça-feira (22) para a disputa da quarta rodada da fase de grupos. Fora de casa, o River Plate-ARG visita o Binacional, no Peru, às 21h30. Mesmo horário em que o São Paulo visita a LDU, no Equador.