Por Redação Esporte Jundiaí - Foto: Divulgação

 

Após oito dias de drama, a novela entre Messi e Barcelona finalmente chegou ao seu final. O jogador comunicou que vai continuar no clube, pelo menos até o fim do seu contrato que acaba em 2021.

 

Em entrevista exclusiva ao Goal, Messi confirmou sua permanência e disse que jamais sairia do clube em uma disputa judicial.

 

“Não estava feliz e queria sair. Não me foi permitido de forma alguma e vou ficar no clube para não entrar em uma briga. Jamais iria à Justiça contra o clube da minha vida", disse Messi.

 

Uma conversa entre o presidente Josep Maria Bartolomeu e o pai do craque na última quinta-feira 93) parece ter abalado as estruturas da família Messi.

 

A imprensa argentina e espanhola descreve a conversa como amistosa, mas o presidente se manteve duro em sua posição: Messi só deixaria o Barcelona pagando a multa de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões). O advogado do jogador deu as cartas, mostrando a brecha do contrato que permitia sua saída. Então Bartolomeu deu o xeque-mate, dizendo que se o argentino saísse, tudo acabaria no tribunal.