Por Thiago Olim - Foto: Divulgação - Band

 

Sempre convicto de suas opiniões, o ex-jogador do Paulista e atual apresentador da Band, Neto , opinou sobre o retorno do público aos estádios de futebol. Ele fez críticas ao Ministério da Saúde por aprovar o plano da CBF para volta de público no Campeonato Brasileiro com 30% de lotação dos estádios.

 

"Um absurdo. Absurdo do absurdo o Ministério da Saúde aprovar a volta do público para outubro. A gente já está em setembro. Vocês não sabem o que vai acontecer amanhã, depois de amanhã. Como vai liberar 30% da lotação do estádio? No estádio do Corinthians são 12 mil pessoas. Então vamos liberar todos os shows. Liberar 30% em outubro é uma calamidade. Mostra que o protocolo é horrível desde o início", disse.

 

O apresentador ainda disse que, neste momento da pandemia, não é preciso ter a volta do público no estádio, uma vez que a prioridade deveria ser o total controle do coronavírus.

 

"Quem me prova que não teve contaminação em transporte público? Que ninguém morreu por conta da liberação? A gente não precisa de público nos estádios agora. A gente precisa entender a covid-19, precisa zerar o número de mortes. Não 30% em outubro para dar dinheiro para os clubes mais ricos. Eu sou totalmente contrário. Mas muito contra", finalizou.