Por Thiago Olim - Foto: Divulgação

 

Depois do empate em 2 a 2 contra o River Plate, o São Paulo se complicou na Libertadores e precisará vencer a LDU no Equador, terça-feira (22), caso queira ter chances de avançar às oitavas da competição continental. O treinador Fernando Diniz (ex-Paulista) acredita que seu time teve mais chances na partida.

 

“Achei que o time estava bem, mais perto de ganhar do que o River, e a gente não faz substituição só por fazer. Achei que se fizesse antes não ia ter o efeito que gostaria. Então, tive um pouco mais de paciência e fiz no momento que achei adequado”, disse.

 

O que foi visto desde o primeiro tempo foi um time apático, desorganizado e com muitas dificuldades em sair da marcação do River Plate no meio campo e ir para o ataque em busca dos gols. Fernando Diniz falou sobre essas críticas direcionadas ao time:

 

“Não acho que é partida para fazer críticas severas ao elenco, ao time. Precisamos melhorar, acreditar mais no potencial para vencermos jogos e conseguirmos a classificação. Temos um elenco, embora jovem, com bons jogadores. Praticamente remontamos o time e também pesa. O time correu, se entregou. Podíamos ter jogado melhor, vencido o jogo, mas não faltou luta. Faltou calma nas chances que tivemos e não vacilar como vacilamos nos gols do River. Não jogamos contra qualquer time, acho que tivemos mais chances de vencer”, declarou.