Por Thiago Olim - Foto: Divulgação - Ligue One

 

Durante o jogo deste domingo entre Paris Saint-Germain e Olympique de Marselha, válido pelo Campeonato Francês, o atacante Neymar foi o centro das atenções. Infelizmente não dentro de campo, mas sim por supostos atos racistas de um atleta do time adversário. No fim, Neymar não terminou o jogo, já que foi expulso no fim da partida por der dado no seu rival uma espécie de tapinha na cabeça, conhecido no Brasil de “pedala Robinho”. Esse é o primeiro jogo de Neymar pelo PSG nesta temporada.

 

Aos 37 minutos do primeiro tempo, Neymar reclamou de ofensas racistas, que teriam sido proferidas pelo zagueiro espanhol Álvaro González. O brasileiro foi até o quarto árbitro da partida e disse "racismo, no!", como captado pelos microfones. Não fica claro nas imagens se ele foi o alvo das ofensas. O defensor do Olympique sugeriu a utilização do árbitro de vídeo (VAR) para apuração da confusão.

 

Nos acréscimos, o VAR chamou o árbitro para analisar o tapa dado por Neymar, e após a checagem a arbitragem expulsou o brasileiro, que aplaudiu de forma irônica a arbitragem. Mais quatro atletas – dois de cada lado foram expulsos.