Por Thiago Olim - Foto: Divulgação - Gustavo Amorim / Paulista FC

 

Apesar de estar na zona de rebaixamento, ocupando a lanterna da Série A3, com 10 pontos, o Paulista pode jogar a pressão para Grêmio Osasco e Barretos dentro da 14ª e penúltima rodada. Isto porque o Galo entra em campo primeiro que os dois rivais, e uma vitória jundiaiense pode jogar uma pressão forte pelos resultados nos dois adversários.

 

O Paulista abre a 14ª rodada na sexta-feira (2/out), quando recebe o Linense, no estádio Jayme Cintra, às 15 horas. O Tricolor se vencer a partida salta para 13 pontos e 4 vitórias e por volta das 16h50 apareceria na 14ª colocação, ficando na frente do Barretos nos critérios de desempate. O Barretos tem 13 pontos atualmente, mas só três vitórias.

 

Ainda na sexta-feira, o Grêmio Osasco entra em campo, às 17 horas, quando recebe o Capivariano. Se o Tricolor vencer a sua partida, o time de Osasco começa o jogo como lanterna da competição com 12 pontos e 3 vitórias. E mesmo que empate a sua partida, o time de Osasco não ultrapassa o Galo ao final da sexta-feira, na hipótese do jogo do Jayme Cintra terminar com vitória jundiaiense. O Capivariano busca os três pontos para conquistar a classificação antecipada e não levar a disputa para última rodada.

 

O Barretos entra em campo no sábado, às 15 horas, quando enfrenta o Esporte Clube São Bernardo. Se o Paulista ganhar, um empate será o suficiente para o time de Barretos ficar na frente do Tricolor ao final da rodada, já que iria a 14 pontos nesta situação. Só que o Barretos enfrenta um time que busca terminar a primeira fase na segunda colocação para ter as vantagens de jogar as partidas mais importantes dos playoffs – quartas de final e semifinal como mandante, na luta pelo o tão sonhado acesso para Série A2.

 

Só para constar, o adversário do Paulista, o Linense também sonha com a vitória em Jundiaí, para chegar aos 24 pontos e conquistar a vaga antecipada para as quartas de final.