Propagandas

Técnico do Olímpia fala a site sobre a remontagem da sua equipe para volta da Série A3



Por Thiago Olim

 

O novo técnico do Olímpia, Ednei Fernandes, vai se basear na mescla da experiência com a juventude para conseguir sucesso nos objetivos do time para o retorno da Série A3 do Campeonato Paulista, quando enfrenta o Paulista no próximo dia 19, em Jundiaí.

 

Em entrevista ao site ge.globo, quando assumiu o cargo de treinador do profissional do Olímpia, buscou uma parceria com o Boston City, do interior de Minas Gerais, que cedeu seis jogadores por empréstimo até o final da competição. Outros três reforços vieram de outros times.

 

“Fiz o inverso do que normalmente se faz. Busquei parceiros e trouxe nove atletas experientes, que conhecem a divisão em que vão jogar. Alguns jogadores, como o Vinicius, que veio do Velo Clube, têm o perfil para fazer a mescla com os jovens e ainda passar experiência para os mais novos”, disse. Os outros 50% do elenco são formados por atletas das categorias de base do clube.

 

Para montar o elenco desta forma, o treinador contou com a experiência adquirida durante anos como captador de talentos no interior de São Paulo. Com o Centro de Formação de Atletas (CFA) Porto Ferreira, Ednei foi uma espécie de olheiro para o Botafogo, entre 2010 e 2014, captando jogadores entre 14 e 20 anos.

 

Com tantas novidades, Ednei precisa encontrar uma forma de agilizar o entrosamento no Olímpia. Além disso, o técnico tem as mesmas preocupações que outros times tiveram e estão tendo: as lesões.

 

“O principal problema que estou encontrando não é nem o tempo para preparar o time, mas o tempo de parada que é totalmente diferente do que tudo que esses atletas já passaram. Normalmente ficam entre 20 a 30 dias parados, nunca mais do que isso. Isso pesa na preparação. Graças a Deus não estão tendo lesão agora, mas estamos tomando todos os cuidados para que isso não aconteça com o ritmo dos jogos”, disse.

 

sem um currículo vasto como treinador profissional, Ednei já teve outras experiências no futebol. Além do Palmeirinha de Porto Ferreira, clube no interior de São Paulo onde começou a carreira, o técnico passou pelo Uberlândia-MG. Ednei é pós-graduado em Educação Física e vai precisar de todo conhecimento possível para lidar com a grande rotatividade de técnicos no Olímpia. Neste ano, foram cinco treinadores – e na pré-temporada, contando com dezembro do ano passado, são seis no total.

Postar um comentário

0 Comentários