Por Thiago Olim - Foto: Divulgação - Heber Gomes - Atlético Clube Goianiense

 

Vagner Mancini agora está oito jogos de repetir um feito que realizou com o Paulista na temporada 2005 – vencer com um time de pequeno / médio porte a Copa do Brasil. E como em 2005, eliminado gigantes do futebol brasileiro. Nesta quinta-feira (24), o Atlético Goianiense, dirigido por Mancini, se classificou para as oitavas de final, ao derrotar o Fluminense por 3 a 1, em Goiânia, vencendo o confronto da quarta fase por 3 a 2 no placar agregado. Mancini com essa vitória se torna oficialmente um algoz do Fluminense na competição.

 

Na Copa do Brasil ganha pelo Paulista na temporada 2005, Vagner Mancini dirigia o Galo que superou justamente o Fluminense na final, onde o Tricolor ganhou no placar agregado por 2 a 0.

 

O gol da classificação do Atlético-GO ocorreu aos 47 minutos do segundo tempo, anotado por Matheus Vargas de cabeça – Chico, aos 9 do 1º tempo, Marlon Freitas, aos 33 do 2º tempo marcaram também para o time goiano; enquanto Luccas Claro, aos 50 minutos do 1º tempo fez o gol da equipe carioca.

 

A classificação de Vagner Mancini de quebra causou a eliminação de Nenê na Copa do Brasil, já que o camisa 77 jogou os 90 minutos pelo Flu. O meia-atacante jundiaiense sofre a sua segunda eliminação na temporada – o time carioca caiu ainda na 1ª fase da Copa Sul-Americana (o clube foi também vice-campeão estadual).

 

O adversário do Atlético Goianiense somente será conhecido no dia 1º de outubro em sorteio na CBF. Em 2005, Vagner Mancini com o Paulista não teve medo de equipe grande, já que venceu a Copa do Brasil, derrotando na época seis times da Série A – superando na final o próprio Fluminense.