Por Thiago Olim - Foto: Divulgação

 

Após a derrota no dérbi 197, a diretoria do Guarani decidiu, na tarde desta quarta-feir, demitir o técnico Ricardo Catalá, que fez sucesso em julho no comando do Mirassol.

 

Além dele, também foram demitidos o auxiliar Fabiano Eller e o preparador físico Rafael Tamarindo. Este é o segundo treinador que deixa o Bugre nesta Série B. Até a 6ª rodada, Thiago Carpini era o comandante.

 

Catalá deixa o Guarani com apenas 1 vitória, 4 empates e 2 derrotas, com 33% de aproveitamento. A única vitória sob o comando do técnico foi justamente na estreia, fora de casa, contra Operário, em Ponta Grossa. Na ocasião, o Bugre venceu por 2 a 1.

 

De lá pra cá, o time não ganhou mais e a derrota por 2 a 0 para a Ponte Preta, nesta terça, culminou com o desligamento de Ricardo Catalá.

 

O conselho de administração não definiu o nome do próximo técnico.

 

De qualquer maneira, a tarefa de quem assumir a vaga de Ricardo Catalá não será fácil. O Guarani completou o sexto jogo sem vitória e está na 19ª posição, na vice-lanterna, com 11 pontos em 14 jogos. O time volta a campo no sábado, às 16h30, contra o CRB, no Brinco de Ouro.