Por Thiago Batista de Olim

 

Felipe Conceição, mais conhecido como Felipe Tigrão na época que era jogador do Paulista, está realmente disposto a fazer história no Guarani, como disse em sua apresentação. Nesta quinta-feira, o treinador recebeu uma proposta do Coritiba, mas recusou a oferta da equipe da primeira divisão para continuar comandando o clube campineiro na Série B do Campeonato Brasileiro.

 

A diretoria do Coritiba está no mercado em busca de um substituto para Jorginho, demitido no último final de semana. E Felipe Conceição foi mais um a recusar o clube paranaense, que teria tentado Mozart, Lisca, Tiago Nunes e Roger Machado. Rodrigo Santana, ex-Avaí, assumiu o time paranaense.

 

Anunciado no dia 9 de outubro como treinador do Guarani, após a saída de Ricardo Catalá, Felipe Conceição assumiu o clube na zona de rebaixamento da Série B. Desde então, foram dez pontos em 12 jogos.

 

As vitórias sobre CRB – ele ainda não estava no banco de reservas -, Cuiabá e Avaí, além do empate com o Vitória, fizeram o Guarani chegar aos 21 pontos e subir para a 13ª colocação. A diferença para a zona de rebaixamento é de apenas dois pontos.

 

Com a permanência de Felipe Conceição assegurada, o Guarani segue se preparando para o jogo do próximo domingo, contra o Juventude, às 18h15, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela última rodada do primeiro turno da Série B.