Por Redação Esporte Jundiaí

 

Lewis Hamilton é agora o piloto mais bem sucedido em termos de vitórias na história da Fórmula 1. Ganhou o GP de Portugal de 2020 neste domingo. Só que ele passou um mau bocado depois da largada, mas na volta 20 assumiu a liderança e não olhou para trás depois disso e venceu com mais de 20 segundos de diferença para o segundo, Valteri Botas, companheiro de equipe Mercedes.

 

“Hoje foi duro, era tudo uma questão de temperaturas. Isso foi algo com o acerto, eu presumo. Tivemos algumas engasgadas logo no início, tive uma boa largada, mas depois na curva 7 tive um enorme momento com saídas de traseira”, disse ele.

 

“Nunca poderia ter sonhado em estar onde estou hoje. Não tinha uma bola mágica quando escolhi vir para esta equipe e fazer parceria com grandes pessoas, mas aqui estou eu e o que vos posso dizer é que estou tentando tirar o máximo partido dela todos os dias”, comentou o piloto da Mercedes.

 

“Vai levar algum tempo para acalmar. Eu ainda estava acelerando ao cruzar a linha de chegada, ainda estou muito mentalmente em modo de corrida. Não consigo encontrar as palavras certas neste momento”, comemorou o seis vezes campeão mundial.

 

“Tive uma cãibra na minha panturrilha direita. Isso foi bastante doloroso, mas é o que é e só temos que continuar a acelerar”, concluiu o novo recordista de vitórias da F1.