Por Thiago Olim - Foto: Divulgação

 

Domingo de glória para o jundiaiense Vitor de Benite e o Hereda San Pablo Burgos. Em Atenas, Grécia, a equipe espanhola venceu o AEK – equipe da casa – por 85 a 74 e conquistou o título da Champions League 2019/2020.


Capitão da equipe, o jogador nascido em Jundiaí foi o responsável por erguer a primeira conquista internacional da história do clube. Na decisão, o ala/armador teve 11 pontos e 3 assistências em 22 minutos.


“Não tenho palavras pra descrever o que estamos vivendo. Estou muito orgulhoso da nossa equipe porque jogamos o tempo todo no coletivo, como um grupo, e o resultado veio. É um título que entra pra história do clube, de Burgos, e de cada um de nós jogadores. Fico feliz por fazer parte dessa história”, comemorou Benite.


A conquista continental coroa uma temporada especial para o jundiaiense, que exerceu sua liderança não apenas com o posto de capitão.


Benite também foi o pontuador máximo do Hereda San Pablo Burgos na Champions League, com 247 pontos anotados em 17 partidas – média de 14,5 por jogo. As belas atuações nas oitavas de final, contra o Dinamo Sassari, da Itália, lhe renderam o título de MVP da etapa.


Também nos playoffs, o atleta natural de Jundiaí também foi decisivo nas semifinais, quando marcou 25 pontos sobre o JDA Dijon, da França – que ficou com o terceiro lugar.


Para ser campeão, o Hereda San Pablo Burgos classificou-se em terceiro lugar no grupo B, com 8 vitórias em 14 jogos, e eliminou no mata-mata, além de Dinamo Sasari e JDA Dijon, as duas equipes que terminaram a primeira fase à frente do time espanhol: o Hapoel Bak Yahav Jerusalem, de Israel, nas quartas de final, e o finalista AEK.