Por Thiago Olim

 

São Paulo e Santos venceram suas partidas nesta terça-feira pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. O Tricolor fez 5 a 1 no Binacional do Peru enquanto o Peixe fez 2 a 1 no Defensa Y Justicia. Ambos jogaram em casas.

 

Na Vila Belmiro, o Santos recebeu o Defensa y Justicia, na despedida da fase de grupos da Libertadores. Mesmo saindo atrás do placar, o time alvinegro encontrou forças e, contando com entrada inspirada de Lucas Braga, que fez um gol e o passe para o tento de Marcos Leonardo, e conseguiu a virada de 2 a 1.

 

Com o resultado, o Santos terminou a primeira fase invicto e deixam o Grupo G com 16 pontos - apenas o Palmeiras, que tem 13 e saldo de gols superior, pode fazer uma campanha geral superior à dos alvinegros. Os visitantes, por outro lado, ficaram com seis, na terceira colocação, e seguem para a Copa Sul-Americana, já que no outro jogo da chave, o Delfín anotou 1 a 0 no Olimpia e foi aos sete pontos, na segunda posição.

 

O São Paulo está garantido na Copa Sul-Americana desta temporada. A vaga veio na noite desta terça-feira (20), quando os comandados do técnico Fernando Diniz receberam o Binacional, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América, e golearam por 5 a 1, no Morumbi. Os gols do time de Diniz foram de Pablo (2), Vitor Bueno, Arboleda, Brenner

 

Com o placar, os brasileiros foram aos sete pontos, na terceira colocação, deixando os peruanos na lanterna, com três. Na outra partida do Grupo D, o River Plate venceu a LDU, por 3 a 0, no Libertadores de America, em Avellaneda, na Argentina. Dessa forma, os argentinos ficaram na liderança, com 13, um ponto acima dos equatorianos.