Por Redação Esporte Jundiaí - Foto: Divulgação

 

Idealizado pela jogadora de polo aquático e profissional de educação física, Paula Coelho, e pelo jundiaiense Rudá Franco, com disputas por Jogos Olímpicos com a touca da seleção brasileira e atualmente no Sesi (SP), surgiu o Método Rudá Franco, que aparece como uma quebra de paradigma, uma nova possibilidade do ensino da natação para crianças a partir dos três anos de idade, tudo por meio do polo aquático.

 

De acordo com Rudá, o método surgiu da fusão de experiências vividas na pedagogia do esporte e no alto rendimento da modalidade. “Aprender a nadar jogando é uma das premissas do Método Rudá Franco. Ele nasce de um modo inovador, completo e sobretudo divertido de ensinar crianças a nadar”, comentou o atleta ao site do Jornal da Cidade de Jundiaí,

 

Natural de Florianópolis, Paula Coelho diz ter conhecido o polo aquático enquanto fazia faculdade. Começou a dar aulas de natação infantil na mesma época que conheceu a modalidade. Dessa forma, durante toda a sua formação acadêmica fazia links entre a natação e o polo. “E minha vontade de ensinar crianças por meio do pólo aquático surgiu nesse período. Eu entendo que a modalidade sempre teve seu eixo em torno do Rio de Janeiro e São Paulo. Jogo há mais de 15 anos, participei de algumas edições de campeonatos brasileiros, mas como toda equipe fora do eixo, nunca obtivemos resultados significativos”, disse Paula ao JC.

 

Ela conta que há 5 anos resolveu colocar em prática esse método e coloco o projeto em uma academia em Jundiaí (Bem Estar), na Escola Divino Salvador e na Associação Aquática Jundiaí (AAJ). “Procurei o Rudá, um atleta que eu admiro muito, para fazer essa parceria, de tornar meu projeto um método possível de ser replicado em academias, escolas e clubes. Para isso, criei e organizei os conteúdos de ensino, formatei um currículo de ensino e formas de avaliação e treinamento de outros profissionais”, declarou ao JC.

 

Para mais detalhes do projeto basta acessar o site:  comojogarpoloaquatico.com.br. Informações também pelos telefones 11 96068-9998 e 11 99954-3310.