Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação – SE Palmeiras / Cesar Grecco


O técnico Andrey Lopes tem um apelido bastante curioso: cebola. Só que ele em vez de fazer os atletas e torcedores do próprio time terem choro por ardência, provocam choro de alegria, devido ao bom futebol que o time apresenta nos últimos dez dias. Desta vez, na sua estreia na Copa do Brasil, na noite desta quinta-feira, o alviverde venceu o Bragantino por 3 a 1, fora de casa. Foi o confronto de ida das oitavas de final.

 

Nos três últimos confrontos do Palmeiras – um por Libertadores, outro por Brasileirão e agora Copa do Brasil, o alviverde marcou 11 gols e sofreu um.

 

E nesta quinta-feira, Cebola colocou Felipe Melo no meio-campo e ele foi responsável pela assistência do segundo gol do time, marcado por Wesley. Os outros tentos foram de Raphael Veiga (o 1º) e Luiz Adriano (o 3º). Todos os gols do time foram ainda no primeiro tempo. E o Palmeiras teve a chance de ampliar o placar nos contra-ataques que desperdiçou no segundo tempo. Na reta final, o venezuelano Hurtado marcou o gol do Braga.

 

O Palmeiras defende agora a vantagem de dois gols de saldo no jogo de volta, na próxima quinta-feira, às 19h, em São Paulo. Antes na segunda-feira, também  na capital, o alviverde encara o Atlético Mineiro, às 20h, pela última rodada do turno do Brasileirão.