Por Thiago Olim - Foto: Divulgação - Governo de SP

 

Pelas atuais regras do Plano São Paulo divulgadas nesta tarde de sexta-feira pelo governo do estado de São Paulo é que a região de Barretos a partir deste sábado pode não receber mais jogos de futebol profissional por ter regredido a fase laranja (fase 2), pois já estava na fase amarela (fase 3). Pelo Plano São Paulo, cidades em fase laranja (fase 2) não podem sediar jogos. E isso pode tirar a partida entre Barretos e Marília da cidade de Barretos, que ocorre neste sábado, às 15h, pela última rodada da primeira fase da Série A3. O jogo é de total interesse do Paulista, que luta contra o rebaixamento.

 

O Paulista para escapar do rebaixamento precisa vencer a sua partida e torcer por tropeços do Barretos frente ao Marília e do Grêmio Osasco frente ao Noroeste, em Bauru (jogo que será na cidade na fase amarela). A partida Paulista e Velo Clube está mais do que confirmada, já que a cidade de Rio Claro, pertencente a região de Piracicaba está na fase verde (fase 4), na atualização desta sexta-feira.

 

Até a publicação desta reportagem a FPF não havia divulgado se manterá o jogo em Barretos ou o confronto mudará de cidade. Qualquer novidade por parte da entidade, a matéria será atualizada.

  

Em julho deste ano, o Governo do estado de São Paulo autorizou o retorno das partidas de futebol profissional no estado, que poderia até ser feita uma analise individual de caso a caso das cidades que não estiveram na fase amarela. A análise individual, no entanto, dificilmente irá liberar uma cidade que esteja na fase vermelha, por exemplo, a receber jogos. Os casos com maior possibilidade de mudança são as regiões que atualmente estão na fase laranja, uma abaixo da que permite a realização de partidas seguindo o protocolo elaborado pela Federação Paulista de Futebol e aprovado pelos órgãos de saúde do governo estadual.

 

Região de Jundiaí

Diferente de Barretos, Jundiaí e as cidades vizinhas avançou de fase. A região de Campinas, onde está todo o Aglomerado Urbano de Jundiaí avançou para a fase verde do Plano São Paulo de retomada da economia. A reclassificação passa a valer a partir deste sábado (10).

 

Nesta etapa, haverá aumento de horário e capacidade das atividades flexibilizadas anteriormente e fica permitida a realização eventos, convenções e atividades culturais com público em pé após 28 dias de estabilidade. O avanço acontece após a região permanecer por 62 dias na fase amarela, que já havia permitido a reabertura de academias, bares e restaurantes, além de ampliar o horário do comércio.

 

Apesar da liberação, as prefeituras têm autonomia para decidir o que e quando deve reabrir. Existe a possibilidade de mais cidades da região de liberar a prática de esportes coletivos, como o futsal e futebol amador (peladas e amistosos de jogos não profissionais).