Por Redação Esporte Jundiaí

 

O Sindicato de Atletas de São Paulo (Sapesp) emitiu um comunicado afirmando que acompanha o imbróglio salarial envolvendo os jogadores do São Caetano e que planeja tomar providências caso a situação permaneça sem resolução.

 

A nota da entidade destaca que o clube “não vêm honrando com suas obrigações trabalhistas”, o que levou atletas do elenco a rescindirem seus vínculos com o Azulão. Além disso, reforça que o recebimento salarial é um "direito fundamental do trabalhador".

 

O São Caetano atravessa graves problemas financeiros que levaram os jogadores a cogitarem não jogar contra o Joinville nesta quarta-feira, pela Série D, por não terem recebido seus respectivos salários. Para tentar solucionar o problema, o investidor do clube garantiu que quitará as pendências junto ao elenco, mas o Sapesp segue monitorando a situação para garantir que os pagamentos serão realizados.