Por Thiago Batista de Olim

 

O Palmeiras engatou a segunda vitória consecutiva no Brasileirão e voltou a se aproximar do pelotão de cima ao superar o Atlético Mineiro pelo placar de 3 a 0 em partida realizada no início da noite desta segunda-feira, no Allianz Parque, pela 19ª rodada. Sob o comando de Andrey Lopes, o time paulista chegou aos 28 pontos, contra 35 do líder Internacional, que tem um jogo a mais. O Atlético, por sua vez, ficou em terceiro, com 32.

 

Com Abel Ferreira, novo ténico palmeirense, nas tribunas do Allianz Parque, o Palmeiras fez um primeiro tempo muito superior ao Atlético Mineiro. Sob o comando do auxiliar Andrey Lopes, o time paulista mostrou evolução mais uma vez e poderia ter liquidado a fatura já nos 45 minutos iniciais.

 

O primeiro gol saiu aos 18 minutos. Após uma bela troca de passe entre os jogadores do Palmeiras, Viña recebeu pela esquerda e cruzou na medida para Raphael Veiga. Como elemento surpresa dentro da área, o meia cabeceou para o gol. O segundo quase saiu na sequência. Wesley apareceu livre de marcação, dentro da área, e chutou. Everson salvou.

 

O Atlético Mineiro voltou para o segundo tempo anulando os espaços do Palmeiras e sufocou o time alviverde. A equipe visitante jogou o Palmeiras para o campo de defesa, mas deu o contragolpe. Foi aí que a equipe de Palestra Itália conseguiu ampliar.  Aos 24 minutos, Luiz Adriano recebeu no meio de campo, avançou e deu linda assistência para Rony. O atacante chutou com categoria para marcar.

 

O Palmeiras voltou a se animar com o gol, ganhou o meio de campo e fez o terceiro. Aos 31 minutos, Luiz Adriano achou Zé Rafael, que só ajeitou para Wesley completar para o gol. Após o terceiro, o time paulista tirou o pé do acelerador e começou a administrar o resultado. Do outro lado, o Atlético não conseguiu digerir o baque e acabou aceitando a derrota.

 

Na próxima rodada, o Palmeiras visita o Vasco da Gama no domingo (8), às 16h, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). No domingo, o Atlético recebe o Flamengo, às 18h15, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

 

Bragantino

O Bragantino fez um bom jogo, mas acabou sendo derrotado pelo Grêmio por 2 a 1 na noite desta segunda-feira (2), na Arena do Grêmio, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, voltando assim para a zona do rebaixamento.

 

Com o resultado, o Bragantino ficou na 18ª posição, com 19 pontos, mesma pontuação do Vasco, o primeiro fora da degola. O Grêmio, por outro lado, foi para o seu quarto jogo sem derrota e subiu para o oitavo lugar, com 27.

 

Todos os gols foram no segundo tempo. Com algumas mudanças, Renato Gaúcho colocou o Grêmio no ataque e chegou ao gol.  Aos 23 minutos, a bola ficou viva dentro da área do Bragantino. David Braz aproveitou e mandou no fundo das redes.

 

À frente do marcador, o Grêmio se sentiu à vontade e não demorou para ampliar. Aos 26 minutos, Orejuela ficou com a bola dentro da área e soltou uma bomba para superar o goleiro Cleiton. Apesar da desvantagem, o Red Bull Bragantino não desistiu e saiu com tudo tentando evitar a derrota.

 

Aos 32 minutos, Raul cruzou para Hurtado, que só desviou para o gol. Nos minutos finais, o Grêmio recuou totalmente, enquanto que o Bragantino pressionou. Luca Avangelista assustou em cobrança de falta, mas o time gaúcho acabou se segurando e confirmou a vitória.

 

Na próxima rodada, o Bragantino enfrentará o Santos no domingo (8), às 18h15, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. No mesmo dia, às 20h30, o Grêmio visita o Fluminense no Maracanã, no Rio de Janeiro.