A Câmara Municipal de Jundiaí tem 19 cadeiras atualmente. Destes quatro são de pessoas ligadas diretamente ao esporte – tiveram em algum momento de suas vidas ligação direta com o desporto. Foram reeleitos Cristiano Lopes, Dika Xique Xique, Faouaz Taha e Márcio Cabelereiro, todos ligados diretamente ao esporte.

Entre os quatro vereadores ligados ao esporte na próxima legislatura, o que teve a maior quantidade de votos foi Dika Xique Xique. Ele teve 4.622 votos. Ele é considerado embaixador do Atlanta Santa Gertrudes, onde tem a função de diretor esportivo. Segundo pessoal do clube, a agremiação somente existe pelo trabalho que ele faz em ajuda ao Atlanta.

Cristiano Lopes está no esporte na ativa. Ele está competindo nos campeonatos nacionais e estaduais de motocross. Teve votação expressiva neste ano: 3.533 votos, indo para o seu segundo mandato. Ele foi o quinto mais voto no geral e o líder do Progressistas (PP).

Faouaz Taha também vai ao seu segundo mandato como vereador. Ele foi administrador de centros esportivos no governo de Miguel Haddad. Ele foi o candidato mais votado no PSDB com 3.351 votos e o sexto com mais votos entre os eleitores no geral.

Márcio Cabelereiro tem muita ligação com o Balsan do Jardim Tamoio, quando disputou o Campeonato Amador no fim da década passada. Ele foi reeleito e obteve 2.194 votos.


Não eleitos, mas com alta quantidade de votos

Entre os candidatos não eleitos, dois tiveram mais de mil votos. Gerson Orlato, ex-jogador de handebol, teve 1.102 votos. Dirigente do Real Doze nos últimos anos no Campeonato Amador, Leonardo Nascimento obteve 1.029 votos.


Não eleitos, mas vencedores ou vice no partido

Ainda entre os não eleitos, alguns candidatos a vereador que são ligados ao esporte conseguiram se destacar dentro do próprio partido.  No Avante, o lutador Nilson Liboni foi o primeiro colocado com 293 votos.  No PT (Partido dos Trabalhadores) o atual administrador judicial da Liga Jundiaiense de Futebol, Joaci Ferreira foi o segundo mais votado com 652 votos. Ele somente perdeu dentro do partido para Mariana Janeiro, que teve 2.918 votos. Curiosamente o PT não fez nenhuma cadeira em Jundiaí.