A CBF divulgou na tarde desta quarta-feira uma mudança a partir de 2021 na Copa do Brasil. E os clubes que conquistam vaga na Copa Libertadores perderam um privilégio. Em vez de entrarem apenas na quinta fase como ocorre atualmente, eles entram agora a partir da terceira fase, que será a décima-sextas de final no modelo do próximo ano. O modelo do torneio ainda fica longe de quando o Paulista venceu o torneio em 2005, quando venceu seis adversários, sendo que nenhum disputava a Libertadores daquele ano vigente.

A competição, que iniciará no dia 3 de março, passará a ter sete fases ao invés das oito previstas anteriormente, aumentando o número de clubes participantes de 91 para 92. As mudanças realizadas decorrem das alterações, divulgadas pela Confederação Sul-Americana de Futebol no dia 2 de outubro, no formato de disputa da Copa Conmebol Sul-Americana a partir do próximo ano.

Com essa alteração de formato, os 12 clubes oriundos da Copa Libertadores e de outros torneios como campeão da Copa do Nordeste e da Série B do Brasileirão, ingressarão a partir da terceira fase, quando se somarão aos 20 times vindos das fases iniciais. Os clubes que garantirem vaga na Copa Sul-Americana disputam desde a primeira fase, que será disputada durante a “Pré-Libertadores”, como também a segunda fase do torneio nacional.

Quando entrarem os clubes que participaram da Copa Libertadores na terceira fase, a disputa da Copa do Brasil será em melhor de dois jogos sempre. Nas duas primeiras fases as disputas serão em jogo único. O campeão pode fazer entre 10 ou 12 jogos.

O detalhamento do novo formato da Copa do Brasil, incluindo os critérios de classificação, será publicado junto com o Regulamento Específico da Competição (REC), no mês de dezembro de 2020.

 

Supercopa do Brasil

A Supercopa do Brasil também teve sua data alterada. O jogo único entre os campeões do Brasileirão da Série A1 e da Copa do Brasil de 2020, valendo o primeiro título de competição nacional da próxima temporada, ocorrerá no dia 11 de abril.​

 

Como fica a Copa do Brasil a partir de 2021

1ª fase – 80 times – 40 confrontos – 20 classificados – Sem os clubes classificados por Libertadores – Jogo único

2ª fase – 40 times classificados da 1ª fase – Total de 40 times nesta fase – 20 confrontos – 20 classificados – Ainda sem os clubes classificados por Libertadores – Jogo único

3ª fase (Décima-sextas de final) – 20 times classificados da 2ª fase + 12 clubes classificados por Libertadores e outros torneios nacionais – Total de 32 times nesta fase – 16 confrontos – 16 classificados – Dois jogos

Oitavas de final – 16 clubes classificados da 3ª fase – 8 confrontos – 16 classificados – Dois jogos

Quartas de final – 8 clubes classificados das oitavas de final – 4 confrontos – 16 classificados – Dois jogos

Semifinal – 4 clubes classificados das quartas de final – 2 confrontos – 2 classificados – Dois jogos

Final – 2 clubes classificados das oitavas de final – Disputa em melhor de dois jogos – Dois jogos


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação