Neste domingo, o São Paulo não esteve inspirado no Morumbi e empatou por 1 a 1 com o Vasco, perdendo a chance de colar nos líderes do Campeonato Brasileiro. Após a partida, Fernando Diniz (ex-treinador do Paulista) não escondeu o incômodo com a atuação do Tricolor, em especial na primeira etapa. Os cariocas saíram na frente aos 18 minutos, em lance de contra-ataque no qual a defesa estava desguarnecida.

"A gente fez um primeiro tempo abaixo do que a gente poderia ter feito. Cedemos muitos contra-ataques, o que resultou no gol do Vasco. A gente já sabia que a tendência do jogo seria essa. A opção pelo Léo foi para ter mais chegada pelo lado esquerdo, quando joga na zaga tem uma característica mais agressiva. Acabamos tomando um gol de contra-ataque em uma jogada que tínhamos estudado muito", afirmou Diniz.

Diniz voltou a citar a dificuldade imposta por equipes que se postam em um bloco defensivo recuado. O treinador mostrou-se chateado com o resultado, principalmente por conta das chances desperdiçadas pelo ataque.

"A frustração é grande, porque estávamos jogando dentro da nossa casa, vivemos um bom momento e tínhamos a condição de ganhar o jogo. Mas vale ressaltar que o Vasco é um time difícil de se jogar contra, para criar situações de gol contra o jeito que o Vasco nos marcou aqui é difícil, como foi contra o Goiás, o Coritiba, ou o Flamengo na semana passada. O Vasco marcou muito baixo, principalmente no segundo tempo", disse Diniz.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação