Vinicius Balieiro, ou Vinicius Paulinho, ou Paulinho, na época que foi jogador do Paulista na Copa São Paulo de futebol junior de 2017, foi a principal novidade do Santos nos últimos treinamentos do Santos, no CT Rei Pelé, o penúltimo antes da partida do time contra o Internacional neste sábado, às 16h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A utilização dele como primeiro volante não está confirmada, mas pode ocorrer, principalmente, em função do estudo de como joga o Colorado.

Alison, Diego Pituca, Jobson e Sandry, alternativas para a primeira função do meio-campo, estão entre os jogadores com covid-19. O Inter é uma equipe de boa imposição física e de forte jogo aéreo. Dessa forma, o Santos do auxiliar Marcelo Fernandes e do preparador físico Omar Feitosa pensa numa forma de neutralizar pontos fortes do adversário. Dessa forma, "sobraram" Vinicius e Guilherme Nunes. E a opção, ao menos no primeiro esboço do time titular, foi por Vinicius Paulinho.

Balieiro chegou ao Santos em 2017, depois de se destacar pelo Paulista de Jundiaí, e já foi lateral-direito em várias oportunidades. Ele era bem avaliado pelas comissões de Jorge Sampaoli e Jesualdo Ferreira. Como primeiro volante, foi bem nos 3 a 0 sobre o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes. O contrato termina em 30 de abril de 2022.

No Paulista, Vinicius esteve em campo como titular nos oito jogos da Copinha de 2017, sempre se destacando. Esteve no time profissional em três partidas, sendo dois jogos como titular. Só que em uma das partidas acabou expulso.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Thiago Batista de Olim