O técnico Vagner Mancini, ex-Paulista, alega que os desfalques do Corinthians de última hora influenciaram na derrota de virada contra o Atlético-MG hoje (14), na Neo Química Arena, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Às vésperas do jogo, o treinador perdeu Jô e Mateus Vital por conta de covid-19, além de Gustavo Mosquito, com estiramento muscular na coxa direita.

"A dificuldade maior foi em cima daquilo que fizemos na semana. O Jô voltou segunda-feira ao campo e fez todos os treinamentos. E na sexta-feira à tarde, fomos avisados que ele estava afastado em função da Covid. Eu tive uma conversa com Cafú na quarta e acertamos que iriamos esperar com os dois (Cafú e Jemerson). Quando tivemos essa perda, o próprio Cafú chegou para mim e disse: 'estou vendo a sua dificuldade'. E acabamos relacionado, mas a condição é que o Cafú não está no ponto, mas ele viu a necessidade", disse Mancini.

Cafú e Jemerson deveriam estrear contra o Grêmio no próximo domingo (22), em São Paulo. Além deles, Mancini contará com Fábio Santos, Otero e Xavier, que desfalcaram o time hoje (14). Os dois primeiros não puderam atuar por conta de cláusula com o Atlético-MG, e o volante estava suspenso.

Roni, que atuou contra o Galo, recebeu terceiro cartão amarelo e está fora do jogo contra os gaúchos.


Por Redação Esporte Jundiaí - Foto: Divulgação