O zagueiro do futebol amador de Jundiaí, Joel Candido foi morto nesta segunda-feira no estado de Goiás. Não há muitos detalhes do crime, mas segundo alguns amigos dele ligados ao mundo da bola, acabaram confundido Joel, que acabou perdendo a vida.

No perfil de Joel Cândido no Facebook, os amigos mais próximos estão chocados com a morte dele. Ele postou pela última vez na rede social às 8h04 desta segunda-feira. 

Joel Candido de Sousa nasceu em São Paulo no dia 5 de fevereiro de 1982. Ele tinha 38 anos e era casado. Atualmente morava em Francisco Morato.

Ele fez parte do Estrela que chegou à final da temporada de 2010, quando perdeu a decisão no Grêmio Marlene. Na época o time era dirigido por Abner Junior, e a dupla de zaga do Estrela era Joel e Sapo. Joel usou a camisa de número 4 do Azulão. 



No ano seguinte, Joel defendeu novamente a zaga do Estrela, agora sob comando de Fabiano Mingotti, e participou de uma das grandes viradas da história do clube nas quartas de final contra o Jamaica: após o Azulão perder o confronto de ida por 4 a 0, na volta no Romão de Souza, o Estrela fez 5 a 1, e se classificou por ter melhor campanha no empate do placar agregado (5 a 5). Em 2013 novamente defendeu o Estrela, quando foi comandado por Abner Junior.

Em 2010, Joel participou da seleção jundiaiense de futebol, que foi vice-campeã estadual de Ligas. Tinha frequência de ir ao Jayme Cintra torcer pelo Paulista, como demonstrava nas suas redes sociais. Na cidade onde morava atuou ao lado do meia-atacante Morato, atualmente no Bragantino.

Por Thiago Batista de Olim - Fotos: Divulgação