Após racismo em Paris, Réver cobra mais respeito no futebol - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Após racismo em Paris, Réver cobra mais respeito no futebol
PUBLICIDADE

10 de dezembro de 2020 -

Por Thiago Batista de Olim

Após racismo em Paris, Réver cobra mais respeito no futebol

Compartilhe:

O zagueiro Réver, revelado nas categorias de base do Paulista, atualmente no Atlético Mineiro, comentou em entrevista coletiva na Cidade do Galo, sobre o caso de racismo do 4º árbitro do jogo entre Paris Saint-Germain e Istambul Basaksehir, pela Liga dos Campeões da Europa, na última terça-feira (8).

O zagueiro do Galo cobrou respeito e concordou com a atitude dos jogadores envolvidos, que deixaram o campo de jogo.

“É algo muito triste não só para nós jogadores mas acredito que de uma forma geral. O país e o mundo vivem um momento muito crítico, que se fala muito em racismo e outras coisas. E o futebol é algo que tem uma força muito grande e talvez possa mudar toda essa situação. Acredito que as duas equipes agiram de maneira correta, porque se é algo negativo que um atleta faz, ele é muito contestado”, declarou.

“Acredito que as duas equipes agiram de forma correta, ao contrário do quatro árbitro. A gente que preza por saúde, a gente que é exemplo para tantas crianças, tantas pessoas, fica feio. Que sirva de exemplo. Se acontecer de novo, que as equipes voltem a se posicionar com uma decisão mais drástica, que mude o pensamento do ser humano, porque está ficando feio. Todo mundo já está cansando de injúria, desse todo tipo de situação”, completou Réver.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação