Copa Paulista: Lusa vira para cima do Marília e fica em vantagem na final - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Copa Paulista: Lusa vira para cima do Marília e fica em vantagem na final
PUBLICIDADE

20 de dezembro de 2020 - - Por Thiago Batista

Copa Paulista: Lusa vira para cima do Marília e fica em vantagem na final

Compartilhe:

Sob forte calor na tarde deste domingo (20), a Portuguesa pulou na frente na briga pelo título da Copa Paulista de futebol masculino. Depois de sair atrás do placar, a Lusa virou para cima do Marília e venceu o jogo de ida da final, pelo placar de 2 a 1, em pleno estádio Bento de Abreu, no interior paulista. Geninho fez para o time mandante, enquanto Caíque e Adilson Batista deram a vitória para a equipe da capital.

As duas equipes voltam a se encontrar na próxima quarta-feira (23), desta vez em São Paulo, no Estádio do Canindé, às 19h. Vale lembrar que o campeão embolsa R$ 250 mil e escolhe entre a vaga na Série D e na Copa do Brasil de 2021. Como venceu o jogo de ida, a Lusa poderá jogar por um empate para se sagrar campeão. Uma vitória magra pelos lados do Marília leva a decisão para os pênaltis. O MAC só fica com a taça se vencer por dois gols de diferença no tempo regulamentar.

A partida começou bastante movimentada com ambas as equipes buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário e na primeira descida ao ataque, o Marília abriu o placar. Aos 10 minutos, após uma cobrança de escanteio, Geninho aproveitou o rebote e só escorou para o gol. A partir daí, o time mandante se fechou na defesa como pode.

Do outro lado, a Portuguesa seguiu trocando passes até encontrar um espaço e chegou ao gol de empate aos 27 minutos. Caíque recebeu um toque açucarada na entrada da área, de costas pra o gol, fez o giro e de perna direita, bateu firme. A bola ainda desviou na zaga adversária antes de morrer no fundo das redes. Nos minutos finais, o duelo seguiu movimentado, mas o primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1.

Na volta do intervalo, a partida seguiu bastante equilibrada e a Portuguesa até chegou a estufar as redes logo nos primeiros minutos, mas como Geovani estava impedido no lance, a arbitragem invalidou o gol. A resposta do Marília veio aos 21 quando Gustavo Nescau recebeu na intermediária e arriscou de longe, mas a bola pegou muita força e saiu por cima do gol.

A partir daí, o ritmo da partida caiu um pouco, com as duas equipes parecendo confortáveis com o empate. Mas, em um contra-ataque rápido, a Marília chegou a virada. Danilo Baia avançou pela direita e cruzou na área. A zaga tentou afastar, mas a bola sobrou livre para Adilson Bahia que chegou antes do goleiro na bola e testou firme para o fundo das redes.

Nos minutos finais, o Marília teve a chance de empatar com Léo Couto de cabeça e a Portuguesa quase fez o terceiro em um cruzamento perigo. Mesmo assim o primeiro jogo da final da Copa Paulista terminou mesmo com a vitória do time visitante pelo placar de 2 a 1, de virada.


Por Redação Esporte Jundiaí, com FPF - Foto: Divulgação