Deu sono! Em jogo horrível, Fortaleza e Corinthians ficam no 0 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Deu sono! Em jogo horrível, Fortaleza e Corinthians ficam no 0
PUBLICIDADE

2 de dezembro de 2020 -

Por Thiago Batista

Deu sono! Em jogo horrível, Fortaleza e Corinthians ficam no 0

Compartilhe:

Se você conseguiu ficar acordado os 90 minutos de Fortaleza x Corinthians meus parabéns! Merece um troféu de ter aguentado um jogo ruim de ter sido acompanhado. A partida que abriu a 24ª rodada do Brasileirão foi horrorosa em nível técnico e o placar não poderia ser outro: 0 a 0. O zero é a nota mais pura da exibição das duas equipes, especialmente dos seus setores ofensivos.

O primeiro tempo foi duro de assistir. Foram apenas cinco chutes ao gol nos 45 minutos iniciais – dois do Fortaleza, contra três do Corinthians. Foram 124 perdas de bola na etapa inicial – 57 do Fortaleza contra 67 do Corinthians.

Mas o segundo tempo foi ainda pior – apenas três finalizações ao gol (no alvo) – uma do time paulista e duas da equipe cearense. E os erros continuaram, com os dois times perdendo a bola especialmente no meio-campo e a criatividade foi quase nula.

E o Corinthians ficou com menos ação ofensiva com a expulsão “besta” de Jô, por agressão a David, do Fortaleza, em um lance de escanteio a favor do time paulista, aos 34 minutos.

Foi a 11ª expulsão do Corinthians na temporada e contando (Janderson, Pedrinho, Camacho, Fagner, Danilo Avelar, Thiago Nunes, Cássio, Bruno Méndez, Marllon, Otero e agora Jô), sendo a sétima expulsão de um jogador no Brasileirão

Só que Fortaleza não aproveitou a vantagem numérica e no último minuto do jogo o time cearense perdeu Bruno Melo com cartão vermelho. E o placar não foi alterado.


Ex-Paulista em ação

Revelado nas categorias de base do Paulista, Felipe Alves e Lucas Piton estiveram se enfrentando. Felipe, goleiro do Fortaleza, enquanto Piton atuando como ponta no ataque do Corinthians. De ex-Paulista, ainda tinha Vagner Mancini como treinador do Corinthians.

O goleiro se destacou com quatro defesas. Piton teve uma boa chance de pé-direito dentro da grande área, no primeiro tempo, mas sua finalização foi bloqueada.  


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação – Agência Corinthians