Neste domingo, Fernando Diniz e Vagner Mancini se enfrentam como treinadores pelo Campeonato Brasileiro dirigindo respectivamente São Paulo e Corinthians, às 18h15, no estádio corintiano, em São Paulo. Ambos foram companheiros de clube, só que em funções diferentes. Mancini já era treinador do Paulista e teve Diniz como seu atleta no meio-campo entre o segundo semestre de 2006 e o primeiro semestre de 2007.

Em Jundiaí, Diniz jogou 19 vezes sob o comando de Mancini, entre Série B do Brasileirão e Série A1 do Paulistão. Foram dois gols – na vitória por 3 a 0 sobre o Marília, fora de casa, na Série B de 2006; e 3 a 1 sobre o Rio Branco, no estádio Jayme Cintra, no Paulistão de 2007.

Só que o “estressadinho” Diniz que vemos como treinador, já era como jogador. Na sua passagem como atleta em Jundiaí, ao lado de Vagner Mancini foram seis amarelos e um cartão vermelho – contra o Grêmio Barueri, no Paulistão de 2007, quando se envolveu em uma confusão logo no começo do primeiro tempo com Anderson Marques.


Terceiro encontro em 14 meses

Mancini e Diniz já se enfrentaram uma vez este ano como treinador. Quando Vagner ainda dirigia o Atlético Goianiense, ele enfrentou o São Paulo de Diniz e perdeu por 3 a 0, no Morumbi pela 14ª rodada. Brenner – duas vezes e Gabriel Sara marcaram os gols do jogo.

Em outubro do ano passado, Diniz já comandava o São Paulo e duelou com Mancini, quando este dirigia o Atlético Mineiro. Pela 28ª rodada, o Tricolor venceu por 2 a 0 – gols de Igor Gomes e Vitor Bueno.

Mancini já venceu Diniz como treinador: foi na Série B de 2015, na 15ª rodada, quando Vagner comandava o Vitória, que venceu o Paraná Clube, de Diniz, em Curitiba, por 1 a 0 – gol de David.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação