Thiago Batista escolhe a sua equipe da década do Paulista (2011-2020) - Esporte Jundiaí

Propagandas

Thiago Batista escolhe a sua equipe da década do Paulista (2011-2020)

Nesta década (2011-2020), o torcedor do Paulista sofreu bastante. Foram quatro rebaixamentos no Campeonato Paulista (2014, 2016, 2017 e 2020), mas ainda assim o torcedor teve momentos para sorrir e ser alegre com dois títulos (Copa Paulista de 2011 e Série B1 do Paulistão de 2019). E o Tricolor teve bons momentos ainda na principal divisão do Paulistão entre 2011 e 2013. Então é possível fazer uma seleção, uma equipe da década, concordam? E é isso que o jornalista e editor responsável do Esporte Jundiaí, Thiago Batista escolhe os seus 11 jogadores que atuaram no Paulista nesta década. Confira a seleção e as justificativas.


André Luiz: Goleiro mais seguro nesta década. Bastante técnico, quase não errava embaixo das três traves, e tinha boa saída de jogo, até mesmo com os pés.


Samuel Xavier – Foi um dos principais jogadores na conquista da Copa Paulista de 2011 e atuou com destaque no Estadual de 2011 e 2012. Menção honrosa para Victor Emerson, lateral de 2018 e 2019 no Tricolor.


Joaquim – Zagueiro bastante técnico, quase não cometeu falhas na campanha do título da Série B1 do Paulistão de 2019.


Rodrigo Sabiá – Outro zagueiro técnico, que mostrou bom futebol na Série A1 do Paulistão de 2011 e depois ajudou a equipe numa boa campanha no Estadual de 2013.


Bruno Formigoni – Foi no Paulista que mostrou o seu futebol que era esperado nas categorias de base do São Paulo.  Tinha bom base e dava a proteção necessária da zaga.


Reinaldo – Chegou como meia ao Paulista, onde vestiu a camisa 10, mas foi nos playoffs da Copa Paulista de 2011 que se destacou como lateral-esquerdo. Continuando atuando bem com a camisa 6 no Paulistão de 2012 e depois somente jogou em clubes de Série A e B do futebol brasileiro.


Mike – Principal nome da Copa Paulista de 2011, que o Paulista conquistou o título. Foi o vice-goleador daquela competição com 13 gols anotados.


Demarchi – Principal nome do meio-campo na conquista do título da Série B1 do Paulistão de 2019. Bastante eficiente na marcação e ótimo passe, especialmente para ajudar a começar a construção ofensiva das jogadas. Menção honrosa para o seu companheiro de meio-campo Gabriel Terra.


Edinan – Capitão e goleador do Paulista na conquista da Série B1 do Paulistão de 2019, quando marcou 12 gols. Além de líder técnico com a bola nos pés, era um líder fora dos campos, com seus companheiros.


Alan Mineiro – Seus gols de falta e jogadas de bola parada foram importantes com a camisa do Galo nos anos de 2011 e 2013. Foi o segundo principal jogador na conquista da Copa Paulista de 2011.


Cassiano Bodini – Ao lado do goleiro André Luiz, um dos dois jogadores desta equipe da década que não foram campeões. Só que sempre esteve em campo mostrou bom futebol com a camisa do Galo, dando sempre velocidade ao setor ofensivo. Fez um ótimo Paulistão 2013 pelo Tricolor.


Wagner Lopes – Fez um excelente trabalho no Tricolor na Copa Paulista de 2011, onde mostrou um time eficiente e que não tinha altos e baixos. Nesta década somente ficou seis meses, mas de um excelente trabalho. Menção para Edison Fio, que apesar de participar da montagem do time que caiu em 2020 para Série B1 do Estadual, no ano anterior fez um excelente trabalho na mesma B1, quando montou uma equipe ofensiva e sem medo de jogar e ganhou o título da competição.


Por Thiago Batista de Olim - jornalista e editor responsável do Site Esporte Jundiaí - Foto: Thiago Batista de Olim

Postar um comentário

0 Comentários