23/01/20 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: 23/01/20

23/01/2020

Lucas Piton participa do primeiro gol em vitória do Corinthians


Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

O Corinthians não teve problemas para vencer o Botafogo, nesta quinta-feira, por 4 a 1, na Arena, em Itaquera, pela estreia do Paulistão. O jundiaiense Lucas Piton teve boa atuação como titular e participação importante no primeiro gol do Timão.

No estilo do técnico Tiago Nunes, os donos da casa sempre buscaram o gol e foram premiados com três de Boselli e um de Luan, de pênalti. Ronald descontou para o Botafogo.

A vitória deixou o Corinthians na vice-liderança do Grupo D com os mesmos três pontos do Guarani que leva vantagem no saldo de gols (4 a 3). O Botafogo, por sua vez, amarga a lanterna do Grupo B sem pontuação.

O jogo
O Corinthians se impôs desde o início. Aos 11 minutos, Piton tocou para Ramiro que encheu o pé. No rebote, Boselli estufou o barbante. O camisa 17 chegou a fazer outro gol, mas o árbitro marcou impedimento. O Botafogo, por sua vez, assustou só aos 44 minutos. Diego encheu o pé, mas Cássio fez grande defesa.

No segundo tempo, após belo passe, Boselli saiu na cara do gol e tocou na saída do goleiro. A bola foi na trave. Na sobra, Janderson chutou para o gol sem goleiro e obrigou Reginaldo a colocar a mão na bola para evitar o gol. Além do pênalti, ele foi expulso. Na cobrança, Luan ampliou para o Corinthians aos 9 minutos.

Aos 14, Boselli aumentou ainda mais o placar. Após boa tabela de Richard e Janderson, o argentino recebeu sozinho na área e fez seu segundo gol.

O Botafogo até diminuiu com Ronald aos 36 minutos. Ele recebeu de Gustavo Henrique e tocou na saída de Cássio. O problema é que Boselli estava inspirado e aumentou aos 38 minutos, após cruzamento. A bola bateu no joelho do atacante, que, sem querer, fechou o placar.

O Corinthians voltará a campo no próximo domingo, às 19h, quando visitará o Mirassol no estádio José Maria de Campos Maia, pela 2ª rodada. O Botafogo, por sua vez, receberá a Ponte Preta no mesmo dia, mas mais cedo, às 16h, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

Por Thiago Batista - com informações do Futebol Paulista
Leia Mais ►

Primeiros atletas do Intercolonial começam a chegar em Itupeva


A EMEFEI Victória Cômodo Raymundo Fernandes, localizada na região central de Itupeva, começou a receber os atletas para o 70º Intercolonial de tênis de mesa. A Unidade Escolar será utilizada como alojamento durante o principal evento esportivo da colônia nipo-brasileira de mesa-tenistas na América Latina, que acontece entre sexta-feira (24) e domingo (26).

A Prefeitura de Itupeva, com intermédio da Secretaria de Esportes e Lazer e a de Educação, organizou e preparou a escola para receber cerca de 150 atletas, representantes das 10 regiões confirmadas na competição.



Para o atleta Pedro Deiss Mazali, da cidade Campo Grande (MS), as expectativas são boas. “Minha expectativa é grande nesta competição, principalmente para adquirir experiência. Esta é minha primeira disputa distante da minha família”, ressaltou o mesatenista de 13 anos, que viajou cerca de 10 horas até Itupeva.

Já a atleta Helena Matsuieda, da cidade de Araçatuba (SP), que disputará a competição na categoria Hiper Lady, considera o Intercolonial como uma verdadeira festa do esporte. “Sou adepta desta modalidade há cerca de dois anos. Estou muito emocionada em poder desfrutar deste momento e participar dessa competição tão importante”, resume.

Beliches, camas, colchões e chuveiros foram instalados há mais de 20 dias e o espaço, que funciona com objetivo educacional, será local de descanso. A segurança ficará à cargo da Guarda Civil Municipal.

O torneio organizado pela Associação Cultural Beneficente e Esportivo Nissei de Itupeva (ACENI) conta com apoio da Prefeitura de Itupeva e acontecerá no ginásio Dorival Raymundo nos dias 24, 25 e 26 de janeiro.

Por Prefeitura de Itupeva
Leia Mais ►

Santos e Bragantino ficam no empate na Vila Belmiro


Nesta quinta-feira (23), o Bragantino foi à Vila Belmiro, em Santos, e empatou sem gols com o Santos, pela primeira rodada do Paulistão.

Com o resultado, a dupla soma o primeiro ponto no campeonato. Os donos da casa, portanto, aparecem na liderança do Grupo A, já que Ponte Preta, Oeste e Água Santa perderam. Os visitantes, por outro lado, estão com a mesma pontuação da Ferroviária, mas o Guarani somou três, enquanto o Corinthians ainda irá a campo.

As primeiras boas chegadas da partida foram protagonizadas pelo Bragantino. Logo aos seis minutos, Artur fez boa jogada individual e finalizou de esquerda, mandando para fora. Aos 20, Aderlan recebeu de Claudinho e bateu firme, mas Felipe Jonatan deu o carrinho e bloqueou a tentativa.

Já aos 25, Claudinho recebeu de Bruno Tubarão e arriscou de longe, obrigando Everson a fazer bela intervenção. O Santos respondeu, aos 38, com o argentino Carlos Sánchez, em bela finalização de três dedos que saiu por cima do travessão. Depois, aos 44, Pituca pegou de primeira, acertando Uillian Correia.

Tal qual a etapa inicial, a segunda começou com o Bragantino dando as cartas. Aos sete, Ytalo foi acionado dentro da área e bateu na rede pelo lado de fora. Aos 16, nova chegada do Santos. Pará soltou a bomba, cruzado, da entrada da área, forçando Júlio César a ir buscar no ângulo esquerdo.

Estreando, o meia-atacante Thonny Anderson, ex-Grêmio e Athletico-PR, entrou aos 19 minutos e deu nova cara ao Bragantino. Aos 20, Ytalo tabelou com ele e saiu cara a cara com Everson, que, com os pés, anotou a principal da defesa do confronto. Pouco depois, aos 24, Ytalo apareceu de novo após outro passe do estreante. Dessa vez, a bola beijou o travessão.

O Santos volta a campo na segunda-feira (27), às 20 horas, quando vai ao estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, encarar o Guarani. No mesmo dia e horário, o Bragantino recebe a Inter de Limeira, em Bragança Paulista, no estádio Nabi Abi Chedid.

Outros jogos
Outras duas partidas ocorreram na quinta-feira pela primeira rodada do Paulistão. Ferroviária e Mirassol ficaram no empate por 1 a 1, em Araraquara. Em casa, a Ponte Preta estreou com derrota. O time perdeu do Santo André por 3 a 2.

Por Futebol Paulista
Leia Mais ►

Adãozinho não é mais técnico do São Caetano

Adãozinho não é mais treinador do São Caetano. O ex-volante foi demitido após a derrota da equipe de São Caetano do Sul por 3 a 2, contra a Penapolense, em partida realizada na última quarta-feira (22) e válida pela primeira rodada do Paulistão A2.

O time será comandado por Dininho, de forma interina. Já Anderson Lima, que treina o sub-20, será o auxiliar.

O agora ex-treinador do São Caetano tem história atuando pelo time do ABC. O ex-volante jogou 156 jogos com a camisa do time, sendo o nono jogador que mais atuou na história do clube. Ele participou das campanhas históricas do vice-campeonato brasileiro de 2001 e vice-campeonato da Libertadores em 2002.

Por Futebol Paulista
Leia Mais ►

Decisão da Copa São Paulo 2020 terá entrada gratuita e duas torcidas

Internacional e Grêmio fazem neste sábado (25), no estádio do Pacaembu, às 10h, o Gre-Nal da grande decisão da Copa São Paulo. A entrada para a partida será gratuita, mediante reserva de ingresso por meio do site https://copasp.ligatech.com.br/. A reserva dos bilhetes começa ao meio-dia desta quinta (23).

Não será necessário retirar ingressos físicos: após confirmada a reserva pelo site, basta apresentar o voucher que será gerado pelo sistema para acessar o estádio.

Torcedores do Internacional serão posicionados nas cadeiras laranjas (rua Itápolis); os gremistas ficarão nas arquibancadas verde e amarela, com acesso pelo portão principal (praça Charles Miller).

O Internacional já venceu o torneio quatro vezes e busca seu quinto título; já o Grêmio chega à uma decisão pela segunda vez e tenta alcançar o primeiro título da Copinha.

Por Futebol Paulista
Leia Mais ►

Carlos Barbosa se apresenta para a pré-temporada 2020


O ano começou para a Associação Carlos Barbosa de Futsal (ACBF). O elenco se apresentou na manhã desta terça-feira, no Centro Municipal de Eventos.

O time foi recepcionado pelo Vice-Presidente da ACBF, Luir Marciano Sheibel, e pelo supervisor Lavoisier, que deram boas-vindas ao grupo. O técnico Edgar Baldasso e o ala Bruno Souza, capitão da equipe, também falaram com o grupo na apresentação.

Nos primeiros dias de pré-temporada, o foco dos trabalhos será nas avaliações físicas e exames médicos. Os treinos comandados pelo preparador físico Alexandre Baldasso iniciam na quinta-feira.

A ACBF tem quatro amistosos confirmados antes do início da temporada. Contra o Tubarão nos dias 21 de fevereiro, em Carlos Barbosa, e 13 de março, em Santa Catarina. Depois, mais dois jogos contra o Joinville nos dias 1º de março, na capital do Futsal, e 21 de março, na casa do adversário.

Por Blog do Esporte
Leia Mais ►

A3: 23 pontos é a média do G-8. 11 pontos é a média para escapar



Desde 2012 a Série A3 do Paulistão tem um formato similar na primeira fase: todos os participantes se enfrentam em turno único, quando se definem os participantes da próxima fase e os rebaixados. Pelo aproveitamento médio, para competição de 2020 com 16 clubes, com 23 pontos um time deve consolidar uma vaga no G-8. Para escapar da queda, 11 pontos estão sendo suficientes em média.

De 2013 até 2019 foram nove edições, sendo oito com 20 times (2012 – 2018) e a do ano passado com 16 equipes. Em apenas três neste período uma agremiação ficou de fora do G-8 com aproveitamento superior a 50%. O aproveitamento mais alto foi em 2013, quando o Joseense terminou com 52,63% (30 pontos) e não foi suficiente para classificar. Só que no ano passado, o Osasco Audax com 22 pontos – 48,89% conseguiu classificação – e depois foi campeão.

O penúltimo colocado que teve aproveitamento mais alto foi em 2013, quando o Barretos somou 15 pontos – 26,32%. Este aproveitamento hoje representa 12 pontos. Na época o torneio tinha 20 times. O vice-lanterna de aproveitamento mais baixo foi o Fernandópolis, em 2016, que terminou com 15,79% (9 pontos na época – também eram 20 times). Ano passado, com 16 equipes, o Taboão da Serra sofreu o descenso ao somar 10 pontos – 22,22%.



Por Thiago Batista
Leia Mais ►

Copa Aramis Polli: Oito clubes da edição de 2019 participam em 2020



- Informe Publicitário -

Oito clubes participantes da Copa Aramis Polli do ano passado estão presentes na edição de 2020. E sonhando em fazer grandes campanhas.

Olympiakos e Sanpodoria estiveram no ano passado e se enfrentaram nas quartas de final. Melhor para os gregos que depois pararam na semifinal. O Bertioga Clube caiu nas oitavas de final justamente para a “Sanp”. O Camaradas também saiu em 2019 nas oitavas de final, como também ocorreu com o Grêmio Eloy e o Moleque Arteiro. O Atlético Medeiros foi até as quartas de final no ano passado, como o Catch a Fire.

Neste domingo tem a primeira rodada da Copa Aramis Polli com nove partidas. A jornada terá jogos no Caxambu, no Pitangal em Jarinu e o Aleixos também em Jarinu, entre meio-dia e 18 horas.

1ª rodada
- 26/jan - dom - 12:00 - Caxambu: Olympiacos  x  Floresta
 - 26/jan - dom - 14:00 - Caxambu: Chuta Coco  x  Moleque Arteiro
 - 26/jan - dom - 16:00 - Caxambu: União Hortolândia  x  Camaradas
 - 26/jan - dom - 12:00 - Aleixos: Furacão Mineiro  x  Grêmio Eloy
 - 26/jan - dom - 14:00 - Aleixos: Independente  x  Atlético Alagoano
 - 26/jan - dom - 16:00 - Aleixos: Atlético Medeiros  x  União Esportivo
 - 26/jan - dom - 12:00 - Pitangal: Cruzeiro Morada  x  Catch a Fire
 - 26/jan - dom - 14:00 - Pitangal: Meias Aço  x  Vila Progresso
 - 26/jan - dom - 16:00 - Pitangal: Atlético Jundiaiense  x  Pirica

Por Thiago Batista
Leia Mais ►

Corinthians inscreve dois atletas jundiaienses para o Paulistão



O técnico Tiago Nunes inscreveu dois jogadores nascidos em Jundiaí para atuar pelo Corinthians no Paulistão. Tratam-se do goleiro Guilherme Vicentini e o lateral Lucas Piton.

Ambos começaram o ano atuando pelo alvinegro na Copa São Paulo. Lucas Piton deverá ser titular na partida desta quinta-feira (23), às 21h30, na Arena, contra o Botafogo.

Guilherme deverá ser o quarto goleiro do Timão no ano e foi titular durante toda Copinha – inclusive no jogo da eliminação na terça-feira, contra o Internacional.

Por Thiago Batista
Leia Mais ►

GreNal será a nona decisão com clássico na Copinha


O GreNal na decisão da 51ª Copa São Paulo de Futebol Júnior será o nono clássico a decidir o torneio em sua história, o terceiro entre equipes de outros estados e o primeiro entre os rivais gaúchos. Grêmio e Internacional se enfrentam neste sábado, 25 de janeiro, aniversário da cidade de São Paulo, no estádio do Pacaembu.

Rivais históricos e principais clubes do Rio Grande do Sul, Grêmio e Internacional fazem confronto marcado pelo equilíbrio. Entre as equipes principais aconteceram 422 jogos com 156 vitórias do Inter e 132 gremistas, com 134 empates. No ano passado, as equipes viveram a possibilidade de se enfrentarem nas finais da Copa do Brasil e da Libertadores, mas apenas o colorado chegou à decisão do torneio nacional, onde foi derrotado pelo Athletico.

Desta vez o encontro vai acontecer, mas pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na principal competição de base do Brasil, o time do Beira Rio busca o pentacampeonato, pois já venceu em 1974, 1978, 1980 e 1998. O Grêmio, por sua vez, tenta a conquista de um título inédito. O tricolor foi vice-campeão em 1991 ao ser derrotado pela Portuguesa do craque Dener e que obtém, até hoje, a melhor campanha da história da Copinha.

Terceiro clássico forasteiro
Na nona edição de Copinha com um clássico decisivo, será a terceira vez de um confronto com times de fora do estado de São Paulo. Na primeira ocasião com times de todo o Brasil, Fluminense e Botafogo chegaram à final em 1971, com a taça ficando com os tricolores. Derrotado, o Botafogo tinha em seu time o hoje treinador do Tigres, do México, Tuca Ferretti.

Depois de 25 anos, América e Cruzeiro decidiram o título de 1996, com vitória americana por 2 a 1. Na zaga do time campeão estava o lateral direito Evanílson e o zagueiro William Machado.

Clássicos paulistas
Em outras seis ocasiões a decisão da Copinha foi entre as principais equipes de São Paulo. Na primeira, em 1970, ainda com o torneio tendo apenas quatro equipes, o Corinthians eliminou o Santos antes de ser campeão na decisão contra o Palmeiras, que havia superado o Juventus. Anos mais tarde, em 1984, o time da Vila Belmiro levou a melhor sobre os corintianos sob a batuta de Gersinho para ficar com sua primeira taça.

Na decisão que revelou Rogério Ceni, André Luiz, Jamelli, Silvinho e Marques, entre outros, o São Paulo derrotou o Corinthians em 1993 num jogo eletrizante que terminou 4 a 3. O troco corintiano veio 11 anos depois, com a vitória por 2 a 0 do time que tinha Júlio César, Edson, Wendel, Rosinei, Bobô, Nilton e Jô, diante do time tricolor que contava com nomes como Edcarlos, Alê, Marco Antônio, Aílton e Diego Tardelli.

Em 2010 o time do Morumbi levou a melhor diante do Santos, que vencia o confronto por 1 a 0 até os 40 minutos do segundo tempo. Após gol de Ronielli, o goleiro Richard se destacou nos pênaltis e a taça ficou com o tricolor. Os campeões contavam com o zagueiro Rodrigo Caio, os volantes Casemiro e William Arão e o meia Lucas Moura, dentre outros.

Quatro anos depois, Santos e Corinthians se reencontraram com o time da Vila Belmiro novamente levando a melhor. Na equipe campeã estava o lateral Zeca, que mais tarde ganharia a inédita medalha de ouro olímpica com o Brasil, enquanto Pedro Henrique, que hoje defende o time principal corintiano, esteve naquela decisão.

Por Futebol Paulista
Leia Mais ►

Tabelas


Temas