O técnico Fernando Diniz (ex-jogador e treinador do Paulista) pediu desculpas a Tchê Tchê após os duros xingamentos proferidos ao volante durante a derrota do São Paulo para o Bragantino, na última quarta-feira (06), por 4 a 2, pelo Campeonato Brasileiro, em Bragança Paulista.

À ocasião, o treinador não gostou de uma resposta de seu comandado e gritou a seguinte frase a ele: "Não posso falar com você? Não pode mesmo. Tem que jogar, c..., seu ingrato do c., seu perninha do c., mascaradinho, vai se f..."

"Foi resolvido internamente. Foi uma exposição. Já conversei com o Tchê Tchê separadamente, com o grupo e nós temos que andar para frente. Foi um erro que eu cometi em ter exposto o Tchê Tchê. Já pedi desculpas para ele e para o grupo. Acabei expondo o time pela forma como eu agi. É olhar para frente. É o momento de crescermos como time. Aquele momento serve para isso", afirmou Diniz, em entrevista coletiva concedida neste domingo (10), após o revés no clássico contra o Santos, por 1 a 0.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação