Fifa divulga as vagas por continente para a Copa do Mundo feminina 2023 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Fifa divulga as vagas por continente para a Copa do Mundo feminina 2023
PUBLICIDADE

6 de janeiro de 2021 -

Por Thiago Batista de Olim

Fifa divulga as vagas por continente para a Copa do Mundo feminina 2023

Compartilhe:

Após a edição de 2019, a decisão foi tomada no ano passado para expandir a Copa do Mundo feminina da Fifa para 32 seleções e, assim, continuar a promover o crescimento do futebol feminino. Desde então, a Fifa tem trabalhado em estreita colaboração com as confederações para formular uma proposta para as vagas e o Conselho da FIFA confirmou as seguintes vagas para a edição de 2023, que será realizada conjuntamente entre Austrália e Nova Zelândia:


Vagas diretas (29 das 32 participantes)

  • Países sedes qualificados automaticamente (Austrália e Nova Zelândia)
  • 5 vagas diretas para o AFC (Ásia)
  • 4 vagas diretas para CAF (Africa)
  • 4 vagas diretas para Concacaf (Américas do Norte e Central além do Caribe)
  • 3 vagas diretas para Conmebol (América do Sul)
  • Nenhuma vaga direta para o OFC (Oceânia)
  • 11 vagas diretas para a Uefa (Europa)


Os dois países-sede, Austrália e Nova Zelândia, se qualificarão automaticamente para a Copa do Mundo de 2023, e suas vagas foram retiradas diretamente das cotas atribuídas às suas confederações, a saber, AFC e OFC, respectivamente.


Torneio de play-off (3 vagas)

As três vagas restantes serão decididos por meio de um torneio play-off de dez equipes com a seguinte alocação:

  • 2 vagas de play-off para o AFC;
  • 2 vagas de play-off para CAF;
  • 2 vagas de play-off para Concacaf;
  • 2 vagas de play-off para Conmebol
  • 1 vaga de play-off para o OFC; e
  • 1 vaga de play-off para a UEFA.


Formato de torneio de repescagem - A repescagem funcionará da seguinte forma: 10 seleções serão divididas em três grupos, dois com três países e um com quatro. A líder de cada um estará garantida na Copa do Mundo. Times do mesmo continente não poderão ficar no mesmo grupo, e o torneio funcionará como evento-teste.

A Copa do Mundo feminina teve 12 participantes nas suas duas primeiras edições, em 1991 e 1995. Nas quatro seguintes, 1999, 2003, 2007 e 2011, contou com 16 países. Em 2015 e 2019, foram 24. Em 2023, será a primeira vez com 32.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação