Em uma das temporadas mais desafiadoras de seus 41 anos de existência a Stock Car, principal modalidade do automobilismo brasileiro, encerrou neste domingo o seu Campeonato de 2020. A KTF Sports, apenas em sua segunda temporada na competição, mostrou todo o seu potencial e crescimento encerrando a temporada como uma das novas forças da Stock Car. Com um retrospecto de pole-position, uma vitória, e três pódios nas últimas três rodadas a equipe de São Paulo chegou muito confiante para a última rodada do ano. E assim Guilherme Salas, piloto de Jundiaí, terminou a competição entre os 10 melhores da temporada.

A expectativa para a corrida estava muito alta uma vez que, com 11 pilotos com chances matemáticas de título, tudo poderia acontecer. Porém, o que se viu foi uma corrida muito baseada em estratégias que, ao final, deram o título ao paulista Ricardo Maurício. Gaetano e Salas, pilotos da KTF na última prova, tiveram atuações parecidas e concluíram a corrida respectivamente na nona e décima colocações.

Com 212 pontos conquistados Guilherme Salas terminou a temporada com a 10ª posição no Campeonato. Di Mauro, após ter trocado de equipe e disputado apenas as três últimas rodadas com a KTF, conseguiu se recuperar um pouco e encerrou o ano com 104 pontos no 20 lugar do Campeonato.

“Posso dizer que na Stock Car estamos cada vez mais próximos de entrar, para valer, na luta pelos títulos. Temos evoluído muito os nossos dois carros e fazemos questão de oferecer condições exatamente iguais aos dois pilotos. Nesse fim de semana, por exemplo, o Gaetano conseguiu uma pequena vantagem que o colocou na primeira fila do grid de largada. Estou certo que com a união do time e nosso empenho no desenvolvimento de novas soluções para o carro a luta pelas vitórias será uma constante em 2021”, concluiu Enzo Bortoleto, CEO da KTF Sports.  


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação