A final da edição 2020 da Copa Libertadores da América terá pode ser dita um representante de Jundiaí e um ex-jogador do Paulista participando ativamente do jogo entre Santos e Palmeiras, marcado para 30 de janeiro, no Maracanã, às 17 horas. O zagueiro Lucas Veríssimo e o volante Vinicius Balieiro se encaixam nas situações descritas na primeira fase deste texto. Os dois jogam no alvinegro.

Lucas Veríssimo nasceu em Jundiaí, no dia 2 de julho de 1995. O defensor de 25 anos no dia 30 de janeiro fará sua última partida com a camisa do Peixe.

Apesar de ter nascido na Terra da Uva, Veríssimo jamais atuou no Paulista, nem mesmo nas categorias de base. Ele começou sua carreira na base do José Bonifácio, em 2011. No ano seguinte assinou com o Linense, sendo promovido para o time principal em 22 de janeiro de 2013. 

Mesmo após ser promovido para a equipe principal do Linense, Lucas Veríssimo deixou o clube e assinou com o Santos, integrando a equipe sub-20 no ano de 2013. Chegou ao profissional do Peixe em 2015 onde já fez mais de 180 jogos e marcou 7 gols.

Vinicius Balieiro não nasceu em Jundiaí. O atleta de 21 anos é natural de Campinas, mas em 2016 chegou ao Paulista na categoria sub-17. Foi titular e jogou muita bola na campanha do Galinho semifinalista da Copa São Paulo de futebol junior em 2017. 

No mesmo ano foi para o sub-20 do Peixe. No fim de 2020 subiu para equipe profissional do alvinegro, por conta de um surto de covid-19 nos principais jogadores. Se destacou quando vestiu a camisa do time adulto onde já jogou oito vezes.


Na Libertadores

Lucas Veríssimo atuou em 10 partidas nesta edição da Copa Libertadores. Atuou por 849 minutos no total e marcou um gol – na vitória sobre o Delfin do Equador por 1 a 0, em 10 de março. Vinicius Balieiro, conhecido como Vinícius Paulinho nos tempos de Paulista, jogou três vezes no torneio continental e no total atuou por 11 minutos. Robinho, como escrito anteriormente, ainda não jogou nenhuma partida na equipe profissional do Palmeiras.


Poderiam ser três

A lista de representantes de Jundiaí e ou ex-Paulista poderia ter um terceiro representante e um pelo lado do Palmeiras. Poderia ser Luiz Guilherme Lúcio e Freitas, também conhecido como Robinho, que estava inscrito pelo clube na disputa do torneio continental. Só que em dezembro ele foi retirado da lista.

O jovem de apenas 16 anos e que nasceu em Jundiaí no dia 19 de março de 2004. foi inscrito em agosto com a camisa 50 pelo alviverde na Libertadores. Ele entrou na lista pelo Palmeiras, quando a Conmebol liberou que os clubes inscrevessem até 50 jogadores antes do reinicio do futebol sul-americano, por causa da pandemia da covid-19. Em dezembro ele foi um dos três trocados pelo clube, antes do confronto contra o Libertad, pelas quartas de final. No seu lugar entrou o atacante Pedro Acácio, de 18 anos.

Robinho ainda não jogou na equipe profissional do Palmeiras – faz parte das categorias sub-17 e sub-20. Ele defenderá o alviverde na semifinal da Copa do Brasil sub-17, contra o São Paulo – série começa nesta sexta-feira, em São Paulo – jogo da volta será no dia 21 em Cotia.

O jovem está no Palmeiras desde o sub-11. O garoto já recebeu convocações para a seleção brasileira de base, incluindo para a disputa do Sul-Americano sub-15 de 2019, em que o Brasil foi campeão.


Por Thiago Batista de Olim – Foto: Arte Esporte Jundiaí