Santos e Corinthians dominam a década do futebol de São Paulo - Esporte Jundiaí

Propagandas

Santos e Corinthians dominam a década do futebol de São Paulo


O fim do ano de 2020 é também o encerramento da segunda década do século XXI (21) e nela, quando o assunto é o futebol de São Paulo, torcedores de Santos e Corinthians foram os mais felizes com quatro títulos estaduais cada. Em âmbito nacional e internacional, o futebol paulista manteve a hegemonia histórica com títulos brasileiros, da Copa do Brasil, Libertadores e Mundial.

Campeão paulista em 2010, o Santos comandado pelo craque Neymar Júnior chegou ao tricampeonato em 2011 e 2012 e ainda foi vice-campeão em 2013. Já sem o seu camisa 11, ainda foi vice em 2014 e voltou a ficar com a taça em 2015 e 2016, encerrando um período de supremacia santista que esteve em todas as finais estaduais desde 2009.

Encerrado o ciclo do time da Baixada, foi a vez de o Corinthians fazer história, desta vez com um tricampeonato estadual que a equipe do Parque São Jorge não conquistava desde a década de 1930. Com vitórias sobre Ponte Preta, Palmeiras e São Paulo em 2017, 2018 e 2019, respectivamente, além do título de 2013, o Corinthians se igualou ao Santos com quatro taças na década. Campeão em 2020, o Palmeiras teve o mesmo número de conquistas que o Ituano.


A força do interior

Campeão em 2014, quando superou o Santos em duas finais no estádio do Pacaembu, o Ituano foi a equipe do interior paulista que conseguiu o resultado mais expressivo da década com o bicampeonato estadual. Na elite, destaque ainda para os vice-campeonatos do Guarani em 2012, Osasco Audax em 2016 e Ponte Preta em 2017.

Na década da Série A2, os times do ABC foram dominantes com cinco títulos - dois de Santo André e São Caetano e um do São Bernardo FC-, enquanto a Portuguesa, em 2013, deu o único título da divisão à capital do estado. Na Série A3 e na Segunda Divisão (Série B1), coube ao Nacional, em 2017 e 2014, furar o domínio das equipes interioranas nos torneios. Do litoral, a Portuguesa Santista venceu o quarto escalação estadual em 2016. O título da Portuguesa em 2020 na Copa Paulista foi o único da década de um time paulistano.

O Paulista, de Jundiaí, neste período venceu uma Segunda Divisão (Série B1) no ano de 2019 e uma Copa Paulista de 2011 – mostrando sua força de ganhar títulos seja onde estiver.


Feminino é caipira

Dos dez títulos paulistas femininos disputados na década, apenas dois foram vencidos por um time da capital, justamente o Corinthians, que ostenta o bicampeonato da competição. A hegemonia neste período pertence ao São José, campeão em 2012, 2014 e 2015.

Maior campeão do estadual com quatro títulos, o Santos venceu em 2011 e 2012 e está empatado em conquistas com o Rio Preto, campeão em 2016 e 2017. A Ferroviária, campeã em 2013, fecha a lista e o domínio interiorano na competição entre as mulheres.


São Paulo no topo

Historicamente o estado mais forte do futebol brasileiro, os times paulistas mantiveram a tradição alcançando o topo do Mundo nesta década. No Brasileirão foram cinco conquistas -três do Corinthians e duas do Palmeiras- e na Copa do Brasil os dois títulos palmeirenses mantiveram o Estado de São Paulo como o maior vencedor do torneio, com nove títulos. Entre as mulheres, são 11 conquistas em 14 disputas da Copa Brasil e do Brasileiro.

Para além das fronteiras nacionais, o futebol de São Paulo alçou voos importantes no começo da década. Campeões da Libertadores em 2011 e 2012, Santos e Corinthians tiveram destinos diferentes na decisão do Mundial de Clubes. Enquanto o time da Vila Belmiro foi derrotado pelo Barcelona por 4 a 0, a equipe do Parque São Jorge bateu o Chelsea e conquistou o Mundial no ano seguinte. Em 2012 e 2013, ambos ainda conquistaram a Recopa.

Na decisão de 2013, o Corinthians e enfrentou o São Paulo, campeão da Copa Sul-Americana do ano anterior. Na mesma temporada, foi a vez de a Ponte Preta surpreender com o vice-campeonato continental, sendo derrotado pelo Lanús, da Argentina.


Outras conquistas nacionais

Com equipes galgando melhores posições no cenário nacional, o futebol de São Paulo conquistou títulos importantes nas divisões inferiores do Campeonato Brasileiro. Pela Série B, Portuguesa (2011), Palmeiras (2013) e Bragantino (2019) subiram conquistando a taça. A Ponte Preta, em 2014, ainda foi vice-campeã.

Na Série C, coube ao Oeste, em 2012, ficar com a taça e o Guarani com o vice-campeonato de 2016. O Botafogo de Ribeirão Preto, em 2015, conquistou o único título paulista na história da Série D nacional. Ceará e Minas Gerais, com dois títulos, lideram este ranking.


Copa São Paulo

Maior torneio de base do Brasil, a Copa São Paulo de Futebol Júnior recebe equipes de todo o país e também registrou hegemonia paulista nesta década. O Flamengo em 2011, 2016 e 2018 e o Internacional em 2020, foram as equipes de fora que superaram a força dos clubes paulistas.

Corinthians, campeão em 2012, 2015 e 2017, foi quem mais venceu, seguido do Santos, campeão em 2013 e 2014. O São Paulo foi o campeão de 2019.


Por Redação Esporte Jundiaí - Foto: Thiago Batista de Olim

Postar um comentário

0 Comentários