VAR “faz” Santos conquistar o “pior dos empates como visitante” - Esporte Jundiaí

Propagandas

VAR “faz” Santos conquistar o “pior dos empates como visitante”

A estratégia do Santos para enfrentar o Boca Juniors no primeiro confronto das semifinais da Copa Libertadores era se possível não tomar gol e marcar um gol como visitante. A primeira parte foi muito bem aplicada. A segunda pecou nos individualismos. Mesmo assim um pênalti claríssimo não marcado sobre Marinho na metade da segunda etapa tirou do Santos a possibilidade de marcar um gol como visitante, que até poderia ser da vitória. Por isso 0 a 0 desta quarta-feira, em La Bombonera (Buenos Aires, capital da Argentina), pode ser comemorado, só que com moderação, pois o Peixe não marcou o gol qualificado como visitante.

No jogo de volta, na próxima quarta-feira, dia 13 de janeiro, às 19h15, na Vila Belmiro, o Santos não se classifica de forma direta com novo empate. Novo 0 a 0, a vaga será definida nas penalidades. Empate com gols por qualquer placar (1 a 1, 2 a 2, 3 a 3) o classificado será o Boca Juniors pelo gol qualificado fora de casa. Por isso, o 0 a 0 na Argentina, para o Santos é o “pior dos empates como visitante”, por conta do regulamento do gol qualificado como visitante.

O Santos teve domínio do jogo. Com boa marcação no meio-campo, provocou erros de passe no Boca no setor fundamental de uma partida de futebol. Só que com controle da bola nos seus pés, o Peixe foi muito individualista e pouco ameaçou o gol de Andrada. No segundo tempo, finalizações de media-longa distância chegaram a prender a atenção dos santistas.

Só que aos 28 minutos, Marinho sofreu carga em cima e acertado com um “pontapé” por Izquierdoz dentro da área. O árbitro de campo Roberto Tobar, do Chile, não marcou penalidade, e o árbitro de vídeo (VAR) Juan Benítez, do Paraguaí, apesar das imagens mostrarem claramente que foi jogada faltosa, concordou com a marcação de campo, e mandou o jogo seguir, para lamentação (e reclamações) dos santistas.

Os minutos finais de jogo, foram das duas equipes procurando errar o menos possível, para ficarem ainda mais do que vivas para o jogo da volta, na semana que vem, na Vila Belmiro.


Por Thiago Batista de Olim - Foto: Divulgação - Conmebol

Postar um comentário

0 Comentários