Claudinho e Luciano marcam e futebol paulista tem artilheiro pela 25ª vez no Brasileirão - Esporte Jundiaí

Propagandas

Claudinho e Luciano marcam e futebol paulista tem artilheiro pela 25ª vez no Brasileirão

Com os 18 gols marcados por Claudinho (pelo Bragantino) e Luciano (São Paulo), o futebol paulista deteve a artilharia do Brasileirão 2021. É a 25ª vez Campeonato Brasileiro encerrado com pelo menos um jogador do estado na ponta da artilharia. O São Paulo volta a ter o goleador máximo após 18 anos.


Centrovante do São Paulo, Luciano marcou nesta quinta-feira (25), de falta, na vitória por 2 a 1 sobre o campeão Flamengo, o seu 18º gol na competição e assumiu a ponta da lista. A última vez que um jogador tricolor ficou nessa condição foi em 2002, quando Luis Fabiano marcou 19 gols e dividiu a artilharia com Rodrigo Fabri, do Grêmio.


Outros atacantes são-paulinos que conseguiram este feito foram Careca, na Copa União de 1987 e no Brasileiro de 1986, com dez e 25 gols, respectivamente; e Pedro Rocha, com 17 gols, em 1972.


Meia-atacante do Bragantino, Claudinho atingiu a marca após bela tabela e chute de fora da área na vitória de sua equipe por 1 a 0 sobre o Grêmio. Foi a primeira vez que a equipe de Bragança Paulista fez o artilheiro da competição. William Pottker, com 14 gols pela Ponte Preta em 2016, foi o último artilheiro de um time do interior.


Outros atacantes de times do interior que escreveram seu nome na história foram Adhemar, artilheiro em 2000 pelo São Caetano; Amoroso em 1994, Evair no módulo amarelo de 1987 e Edmar, em 1985, todos pelo Guarani.


Os artilheiros do futebol paulista na história do Brasileirão

  • 1961: Pelé - Santos - 7 gols
  • 1962: Coutinho - Santos - 7 gols
  • 1963: Pelé - Santos - 8 gols
  • 1964: Pelé - Santos - 7 gols
  • 1966: Toninho Guerreiro - Santos - 10 gols
  • 1967: César - Palmeiras - 15 gols
  • 1968: Toninho Guerreiro - Santos - 18 gols
  • 1972: Pedro Rocha - São Paulo - 17 gols
  • 1983: Serginho Chulapa - Santos - 22 gols
  • 1985: Edmar - Guarani - 20 gols
  • 1986: Careca - São Paulo - 25 gols
  • 1987: Evair - Guarani - 9 gols
  • 1987: Careca - São Paulo - 10 gols
  • 1991: Paulinho MacLaren - Santos - 15 gols
  • 1993: Guga - Santos - 15 gols
  • 1994: Amoroso - Guarani - 13 gols
  • 1998: Viola - Santos - 21 gols
  • 2000: Adhemar - São Caetano - 22 gols
  • 2002: Luis Fabiano - São Paulo - 19 gols
  • 2008: Kleber Pereira - Santos - 21 gols
  • 2011: Borges - Santos - 23 gols
  • 2015: Ricardo Oliveira - Santos - 20 gols
  • 2016: William Pottker - Ponte Preta - 14 gols
  • 2017: Jô - Corinthians - 18 gols
  • 2018: Gabriel - Santos - 18 gols
  • 2020: Claudinho - Bragantino - 18 gols
  • 2020: Luciano - São Paulo - 18 gols

Postar um comentário

0 Comentários