Com jundiaiense no comando, seleção de goalball retorna aos treinamentos em São Paulo

Foto: Divulgação

A seleção brasileira de goalball masculino voltou ao Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, quase um ano depois, para iniciar uma fase de treinamento neste mês de fevereiro. Os atletas chegam na segunda-feira, 1º, e ficarão hospedados no CT até o dia 14. A equipe é comandada pelo jundiaiense Alessandro Tosim.


"As incertezas são constantes neste momento, mas estamos motivados, os atletas só pensam nesta medalha que falta para nós, e vamos trabalhar para que conquistemos este grande feito", admite Tosim.


Para promover o retorno dos atletas, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) submeteu todos os atletas destas modalidades aos critérios exigidos pelo protocolo sanitário elaborado desde a reabertura parcial do CT, em julho do ano passado. 


O plano de retorno deste ano inclui a área de hospedagem do local, que prevê duas pessoas por acomodação, no máximo, e que todas as refeições serão servidas nos quartos. Não será permitido o uso do restaurante ou áreas comuns do residencial.


A equipe têm vaga garantida nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, que ocorrerão em agosto de 2021.  Os treinos presenciais de preparação para a competição mais esperada do ciclo foram interrompidos no primeiro semestre de 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus. O último encontro dos times foi na fase de treinamento que ocorreu de 1º a 9 de março. Menos de 10 dias depois, o CT Paralímpico fechou e só reabriu parcialmente em julho, quando a prefeitura da cidade de São Paulo autorizou que um pequeno grupo de atletas frequentasse o local. 


Tosim

Treinador do conjunto masculino do Brasil desde 2009, o jundiaiense Alessandro Tosim tem 45 anos de idade e é doutorando em educação física na área de Biodinâmica do Movimento e Esporte pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).


Desde que assumiu o comando técnico da equipe, o país deu um salto na modalidade e assumiu a liderança do ranking mundial. É o atual bicampeão mundial (2018, em Malmö, na Suécia, e 2014, em Espoo, na Finlândia).


Foi a conquista de 2018, por sinal, que qualificou os brasileiros para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, onde buscarão o primeiro ouro da história do país no goalball. Os homens já faturaram um bronze, na Rio 2016, e uma prata, em Londres 2012. As mulheres têm como melhor resultado o quarto lugar no Rio.

Com jundiaiense no comando, seleção de goalball retorna aos treinamentos em São Paulo Com jundiaiense no comando, seleção de goalball retorna aos treinamentos em São Paulo Reviewed by Thiago Batista on 15:00 Rating: 5