Serie B1 de 2021 deve ter concentração de times na Grande SP e Campinas

Novamente a Série B1 do Paulistão, a 4ª divisão do Paulistão, deverá ter uma concentração muito grande de times na Grande São Paulo e Região de Campinas. O Paulista, de Jundiaí, está exatamente nesse meio – entre a Grande São Paulo e Campinas, onde estão clubes com bastante tradição no futebol do interior paulista, o que pode tornar mais difícil a caminhada do time já na primeira fase de grupos.


Entre clubes que disputaram a ‘Bezinha’ no ano passado, rebaixados da A3 de 2020 e clubes filiados na FPF que podem retornar ou estrear, o Paulista pode enfrentar já na 1ª fase clubes como União Barbarense, Mogi Mirim e Rio Branco, que nas duas últimas décadas integravam a Série A1, juntamente com o Paulista. Também o Tricolor pode encarar o Independente, com quem enfrentou na Série A2 de 2016.

Clique no mapa para conferir mais detalhes

A região da Grande São Paulo ainda tem clubes que estão em cidades fortes, com bom poderio financeiro, casos de Guarulhos – que tem dois clubes, o Flamengo, que já jogou a A2 neste século, e o Guarulhos-GRU; e Osasco – Grêmio Osasco.


Nas regiões mais afastadas da Grande São Paulo e Campinas, os clubes mais tradicionais enfrentam adversários que são de cidades que não frenquetaram a Série A1 neste século. Caso do América de Rio Preto, que na sua região somente o Catanduvense, de Catanduva, fez parte da A1.  Na região de Prudente, a cidade de Presidente Prudente fez parte da 1ª divisão, quando transferiu o Grêmio Barueri para a cidade. O atual Grêmio Prudente não tem nenhuma ligação com antigo Grêmio Barueri, que chegou a se chamar Grêmio Prudente.


Viagens longas na 1ª fase?

Um risco que o Paulista pode correr na primeira fase é ser encaixado no grupo que tem as presenças de Itararé e o Elosport de Capão Bontio. São dois clubes que ficam longe de qualquer região futebolística no estado, mesmo na Bezinha. São times que tem que viajar bastante em todo campeonato, e por consequência seus adversários.


Na Série B1 do ano passado, Independente de Limeira, Rio Branco de Americana, e União Barbarense, três times de cidades próximas a Jundiaí tiveram a árdua tarefa de já na primeira fase ir para Itararé e Capão Bonito. Exemplo: o Rio Branco, saiu de Americana, e para jogar em Itararé viajou 324km e ainda encarou 210km para encarar o Elosport em Capão Bonito. A distância de Jundiaí para Itararé é de 332km, enquanto de Jundiaí para Capão Bonito é de 218km.

Serie B1 de 2021 deve ter concentração de times na Grande SP e Campinas Serie B1 de 2021 deve ter concentração de times na Grande SP e Campinas Reviewed by Thiago Batista on 16:48 Rating: 5