Na elite, apenas Chapecoense e Brasil de Pelotas são a favor de paralisar futebol no Brasil - Esporte Jundiaí

Propagandas

Na elite, apenas Chapecoense e Brasil de Pelotas são a favor de paralisar futebol no Brasil

O futebol de elite do Brasil pode ser considerado entre os clubes participantes das Séries A e B do Brasileirão. São 40 times no total. E segundo enquete realizada pela Folha de São Paulo, apenas dois clubes – ambos da região Sul que estão nestas séries são favoráveis a paralisação do calendário de futebol no país, neste momento em que a pandemia de Covid-19 avança e deixa o sistema de saúde nacional praticamente em colapso.


Chapecoense, agora de volta à elite, e o Brasil de Pelotas, da segunda divisão do Nacional, foram os únicos a se posicionar a favor de uma suspensão total dos jogos neste início de temporada.


Em oposição a ela, 18 clubes afirmaram ser contrários à paralisação total neste momento. São contrários à suspensão os times do América-MG, Atlético-GO, Ceará, Fortaleza, Internacional, Juventude, Avaí, Brusque, Confiança, CSA, Goiás, Guarani, Londrina, Operário-PR, Remo, Sampaio Corrêa, Vila Nova e Vitória.


Nenhum clube grande de São Paulo preferiu não se posicionar – Santos, São Paulo, Palmeiras e Corinthians. Eles, ao lado de Ponte Preta e Bragantino, dizem que não cabe a eles decidir qual caminho deve ser seguido e irão acatar o que for decidido pelas autoridades. Eles estão encaixados entre os 16 que referiram não se posicionar – também estão nesta lista Athletico-PR, Bahia, Botafogo, Coritiba, CRB, Cruzeiro, Cuiabá, Flamengo, Fluminense e Vasco. Quatro não responderam ao questionamento da reportagem da Folha de São Paulo - Atlético-MG, Grêmio, Náutico e Sport.


Na manhã desta quinta-feira, a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) defendeu a continuidade do futebol em todo o Brasil, baseada em seus protocolos sanitários. A entidade que comanda o esporte no país garantiu não haver contaminação durante as partidas.

Postar um comentário

0 Comentários