Thiago Batista: SBT mostra que esporte deve ser um dos seus pilares. Ótimo para nós! - Esporte Jundiaí

Propagandas

Thiago Batista: SBT mostra que esporte deve ser um dos seus pilares. Ótimo para nós!

A notícia que o SBT venceu o Grupo Globo na concorrência para televisão aberta do Brasil sobre os direitos da Liga dos Campeões da Europa à partir da edição 2021/22 (ou seja em julho) até 2023/24 é uma excelente notícia para todos. Mostra que o SBT está a sério em entrar no esporte (leia-se futebol) e que o jornalismo esportivo no país deverá crescer em vez de regredir. Quem ganha é o mundo dos jornalistas e os telespectadores.


Primeiro o SBT agora mostra que volta a ser a emissora que apostou e bem no esporte nos anos 90. Torneios exibidos no chamado canal 4 de São Paulo renderam em repercussão. E claro audiência!


A Copa do Brasil somente tem o valor que possui hoje, graças a aposta da emissora de Silvio Santos no torneio em 1995, que registrou grandes índices de audiência como resposta, ao transformar um produto mal-acabado em excelente produto.


Outro torneio que foi muito bem no SBT foram as segundas competições da Conmebol – Copa Conmebol inicialmente, depois Copa Mercosul, que atualmente são a Copa Sul-Americana. No meu conceito, o Santos quebrou a sua fila de títulos ao ganhar a Copa Conmebol em 1998 (justamente uma edição que o SBT não transmitiu).


SBT também resgatou o Torneio Rio-São Paulo. Este teve um considerável sucesso quando passou na emissora de Silvio Santos, e era encarado como torneio de pré-temporada e mesmo assim era um torneio que o público gostava, mas que foi “detonado” quando justamente em 2002 foi inchado – e durou um semestre.


Torneios de verão e inverno faziam sucesso no SBT. Quem não se esquece da Copa dos Campeões Mundiais, Copa Ouro e até mesmo da Taça Maria Quitéria, sendo transmitidos pelo “canal 4”. E os estádios sempre cheios, bom dizer.


SBT no ano passado voltou a transmitir esporte (leia-se futebol). Parecia algo mais de oportunidade do que projeto. Mas estava eu engano. Tem projeto. Pois esporte tem retorno publicitário. Mais garantido que programas de auditório. O SBT vai tirar um pouco do seu DNA. Mas colocando outro DNA. Pois é sim uma emissora de esporte. Quem não gostava de ver o Amarelinho, com a sua cornetinha em ação. Dizer que o SBT não tem DNA no esporte é um erro.


Uma pena ter ficado a emissora de Silvio Santos muito tempo sem esporte. Só que a partir do segundo semestre de 2021 terá a cereja do futebol mundial. Os dois torneios mais importantes na tela do canal 4 – Libertadores da América e Liga dos Campeões da Europa. Ótimo! E ainda para o Nordeste, o SBT exibe a Copa do Nordeste sempre registrando excelentes índices de audiência.


E que os investimentos no esporte nas emissoras abertas não parem. Tem espaço para todo mundo. Tomara que a Band permanece com seu projeto de apoio ao futebol de base brasileiro (vai transmitir a partir de março a Copa do Brasil sub-20) e também ao futebol feminino (para mim a marca Band está ligada a modalidade feminina de futebol). Ainda de quebra o ‘13’ terá Fórmula 1 e Stock Car, dois campeonatos top de linha do automobilismo. Temos a Globo com o principal do futebol masculino brasileiro – Brasileirão e Copa do Brasil. Cultura virando canal do basquete (transmitindo NBB e LBF). Falta apenas Record acordar de vez (somente Campeonato Carioca é muito pouco) e a Rede TV! (parece que dormiu).


Alguns campeonatos podem ser abraçados e teriam ótimo público na tv aberta. Listo alguns: Liga Futsal (essa sem dúvida, apenas pelos times de camisa que tem), Superliga de vôlei (ficou restrito ao 2º canal do SporTV e está gerando zero repercussão), NFL (público jovem acompanha e grandes marcas gostam de ter seus nomes ligados ao futebol americano) e a Copa Sul-Americana de futebol (um torneio em 2021 que terá o Corinthians, só isso).


O recado está dado: emissora aberta que quiser sobreviver terá que transmitir esporte, que o mercado publicitário abraçará. E quem vai agradecer é o telespectador e também os jornalistas.

Postar um comentário

0 Comentários