Copa do Brasil: Bragantino, com gols pelo alto, elimina o Luverdense na segunda fase - Esporte Jundiaí

Propagandas

Copa do Brasil: Bragantino, com gols pelo alto, elimina o Luverdense na segunda fase

Depois do Corinthians, o Bragantino é mais um paulista a conquistar classificação à terceira fase da Copa do Brasil. Na tarde desta quinta-feira, visitou o Luverdense-MT, no estádio Passo das Emas, em Lucas do Rio Verde (MT) e venceu por 2 a 1. Artur e Claudinho marcaram os gols da vitória, ambos pelo alto, enquanto Isac, de pênalti, descontou.


Com a classificação, o Bragantino ganhou mais R$ 1,7 milhão, chegando ao total de R$ 3,76 milhões até agora. Já o Luverdense, com a participação nas duas primeiras fases, ganhou R$ 1,235 milhão. Na terceira fase, disputada em dois jogos, o time paulista ainda não tem rival definido, pois um novo sorteio será realizado.


A terceira fase também contará com as entradas dos paulistas São Paulo, Palmeiras e Santos, além de Flamengo, Ceará, Internacional, Brasiliense-DF, Atlético-MG, Chapecoense, Athletico-PR, Fluminense e Grêmio.


O Bragantino confirmou seu favoritismo logo no começo ao entrar com postura ofensiva. Aos dez minutos, usou a bola parada para abrir o placar. Aderlan cobrou falta e Artur apareceu na primeira trave para cabecear para o gol.


Aos 27 minutos, o Luverdense ficou com um jogador a menos, pois Raphael levou o segundo amarelo e foi expulso. Entretanto, o time mato-grossense foi para cima e teve um pênalti a seu favor aos 30 minutos. Isac bateu bem e deslocou o goleiro para empatar.


Assim como na primeira etapa, o time paulista chegou ao gol logo no começo do segundo tempo. Artur fez boa jogada e cruzou para Claudinho, que usou a cabeça para colocar o Bragantino novamente à frente.


Com a vantagem, o Bragantino seguiu dominando o jogo e criou mais chances, com Helinho, Ytalo e Ricardo Ryller. Já nos acréscimos, o Luverdense ainda teve Luciano expulso. No último lance, Claudinho quase marcou o terceiro ao cobrar falta na trave, mas a partida terminou mesmo 2 a 1.

Postar um comentário

0 Comentários