Estudo da ITF aponta que o tênis feminino recebe menos atenção que o masculino - Esporte Jundiaí

Propagandas

Estudo da ITF aponta que o tênis feminino recebe menos atenção que o masculino

A Federação Internacional de Tênis (ITF) divulgou nesta segunda-feira um estudo que demonstra que que o tênis feminino recebe menos atenção da mídia e público que o masculino. A pesquisa foi realizada pelo instituto Ipsos Mori, com sede em Londres.

Segundo o estudo, jogadores são mais mencionados quando o assunto é desempenho esportivo, enquanto as tenistas são mais citadas no campo pessoal. As idades das atletas do sexo feminino também são mais comuns de aparecerem em reportagens e citações nas redes sociais. Por outro lado, os jogadores são mais elogiados que as jogadoras quanto as suas destrezas em quadra.

Defensora da igualdade de gênero no esporte, a ex-tenista Billie Jean King foi citada como única mulher oriunda do tênis a alcançar o posto de líder de uma federação internacional de um esporte olímpico. Já Naomi Osaka foi usada como exemplo em um tópico que aponta que a cor da pele recebe uma média de 11 vezes mais citações no tênis feminino do que no masculino.

O presidente da ITF, David Haggerty, disse que é importante reconhecer a diferença de gênero na cobertura do tênis para promover a igualdade no esporte. “Os resultados revelam que, apesar do apetite público semelhante no tênis masculino e feminino, há uma diferença distinta na narrativa que os cerca. É importante reconhecer que essa diferença nem sempre é necessariamente negativa, mas devemos evitar uma situação em que um foco diferente surja como resultado de um preconceito consciente ou inconsciente, pois isso pode diminuir as conquistas esportivas das atletas femininas”, finalizou.

Postar um comentário

0 Comentários