Ministério Público aprova protocolo da Série A1. Falta apenas aval do governador - Esporte Jundiaí

Propagandas

Ministério Público aprova protocolo da Série A1. Falta apenas aval do governador

Nesta quinta-feira (8), o procurador-geral de Justiça, Mario Sarrubbo, encaminhou ofício ao governador João Doria, informando sobre a manifestação do coordenador do grupo trabalho de enfrentamento à Covid-19 do Ministério Público do Estado de São Paulo sobre o protocolo de retomada das atividades de futebol da Série  A1 do Campeonato Paulista, que foi apresentado pela Federação Paulista de Futebol. E deu sinal verde para a liberação por parte do Governo do Estrado de São Paulo.


Sarrubbo anotou tratar-se de "um avanço positivo diante do contexto que se revelava quando da edição do decreto de 11 de março", que estabeleceu a fase emergencial em todo o Estado.


O novo protocolo da FPF, discutido com representantes da Procuradoria-Geral de Justiça e do grupo de trabalho, é "produto de diálogo estabelecido entre esta Instituição e a Federação Paulista de Futebol, em várias reuniões realizadas durante as últimas semanas".


O MP sugeriu, entre outras medidas, testes de Covid realizados uma hora antes de cada partida, sugestão que a Federação Paulista, inicialmente, achou difícil de ser aplicada. Uma outra questão que entrou em debate foi a possibilidade de levar ao Tribunal de Justiça Desportiva os atletas que infringirem as regras de isolamento estipuladas.


O Paulistão foi paralisado no dia 15 de março depois da quarta rodada por conta da fase emergencial decretada o Governo de São Paulo devido ao aumento da pandemia no estado. No entanto, dois jogos aconteceram em Volta Redonda-RJ durante esse período: São Bento x Palmeiras (atrasado da terceira rodada) e Mirassol x Corinthians (da quinta rodada).


A2 e A3

No fluxo contrário da Série A1, os clubes da A2 e A3, a cada dia que passa, ficam com mais dúvidas se as competições de acesso do futebol paulista irão voltar. Nesta semana, duas reuniões para tratar das duas divisões foram desmarcadas. A FPF repassou aos clubes que deve enviar um comunicado interno sobre o que acontecerá com os jogos das duas divisões.


O novo protocolo que a FPF vem acertando com o Ministério Público é apenas para o retorno da Série A1. Até nas primeiras tratativas para um possível retorno, a FPF propôs que, por exemplo, paralisaria a A3 e retomaria a A2 aos poucos até o fim da fase emergencial, independente da decisão do Governo do Estado.

Postar um comentário

0 Comentários