Tchau tabu! São Paulo volta a vencer fora de casa na Copa Libertadores depois de 6 anos - Esporte Jundiaí

Propagandas

Tchau tabu! São Paulo volta a vencer fora de casa na Copa Libertadores depois de 6 anos

O São Paulo finalmente venceu uma partida fora de casa pela Copa Libertadores da América. O time do Morumbi colocou fim a um tabu de seis anos, ao vencer o Sporting Cristal por 3 a 0, nesta terça-feira, em Lima, no Peru, na sua estreia fase de grupos no torneio continental.

A última vez que o São Paulo venceu um jogo como visitante na Libertadores foi em 15 de abril de 2015, quando fez 2 a 1 no Danúbio, em Montevidéu, capital do Uruguai, em jogo pela fase de grupos. Desde então foram 12 jogos longe do Morumbi, sendo dois em Belo Horizonte no período: acumulou quatro empates e oito derrotas. Nas últimas sete vezes que atuou como visitante na Libertadores, o Tricolor havia perdido de todas. Mas nesta terça-feira fim do tabu.

E a escrita começou a ser quebrada com gol de Luan, aos 16 minutos. Um belo gol. O volante aproveitou rebote da defesa peruana, para chutar forte de fora da área. A bola ainda desviou na marcação, mas não impediu nada de ser um belo gol.

E o tabu foi para o espaço literalmente aos 15 minutos do segundo tempo, em um golaço de Benítez, que acertou um belo chute de fora da área. E a conta foi fechada em 3 a 0, aos 35 minutos, com Éder, após cruzamento de Reinaldo.

A vitória do São Paulo também colocou fim a uma longa invencibilidade do Sporting Cristal. A equipe peruana não sabia o que era derrota em todas as competição havia 21 jogos. Dessa sequência de 21 jogos sem derrotas, que começou em outubro do ano passado, o Sporting Cristal venceu 16, inclusive as quatro disputadas na atual temporada, em que ainda não perdeu pontos no Peruano.

Pela Libertadores, o São Paulo volta a campo no dia 29 (quinta-feira da próxima semana), às 21h, quando enfrenta o Rentistas, do Uruguai, em casa, sem Léo, que no fim jogo desta terça-feira foi expulso por segundo amarelo. O jogo vale pelo grupo E, que tem ainda a presença do Racing da Argentina.


Foto: Conmebol

Postar um comentário

0 Comentários