Após não conceder entrevista e ser multada, Naomi Osaka desiste de Roland Garros - Esporte Jundiaí

Propagandas

Após não conceder entrevista e ser multada, Naomi Osaka desiste de Roland Garros

Naomi Osaka anunciou, esta segunda-feira, a desistência do torneio de Roland-Garros dois dias depois de ter decidido que não falaria com a imprensa em Paris de forma a preservar a sua saúde mental. Na sequência da primeira ausência de uma entrevista obrigatória de imprensa, a tenista japonesa foi multada em cerca de 20.000 dólares e, pouco depois, alertada pelas organizações dos quatro torneios do Grand Slam de que a repetição da situação poderia resultar na sua expulsão na competição francesa.

Com um comunicado bem mais claro do que o que deu origem a uma polémica global em torno da decisão da tenista japonesa, que equiparou determinadas interações com a comunicação social após encontros como “receber pontapés enquanto se está no chão”, Osaka lamentou a dimensão que a situação ganhou e afirmou que “o timing não foi o ideal e a minha mensagem podia ter sido mais clara.”

“Nunca quis desvalorizar a saúde mental. A verdade é que sofri longos períodos de depressão desde o US Open de 2018 e sofri muito para lidar com eles. Todos os que me conhecem sabem que sou introvertida e quem já me viu em torneios sabe que muitas vezes utilizo headphones porque me ajudam a lidar com a minha ansiedade social. Apesar da imprensa do mundo do ténis ter sido sempre correta comigo, não sou não sou uma oradora nata e fico muito ansiosa antes de falar com a imprensa”, acrescentou a detentora de quatro títulos do Grand Slam.

Acrescentando que “em Paris já estava a sentir-me ansiosa e nervosa, por isso achei que seria melhor preocupar-me comigo e falhar as conferências de imprensa”, Osaka explicou que decidiu tornar a decisão pública para alertar para “um sistema de regras antiquadro” e terminou o comunicado desta segunda-feira a explicar que “quando chegar a altura certa quero discutir com a WTA maneiras de tornarmos as coisas melhores para os jogadores, a imprensa e os fãs.”

A decisão original de Naomi Osaka não foi bem recebida por parte da imprensa, nem pela maioria dos colegas de profissão, que consideraram as obrigações para com os jornalistas como “parte do trabalho” de um atleta de alta competição. Na sequência da primeira ausência de uma conferência de imprensa, a tenista japonesa foi multada em cerca de 20.000 dólares e, pouco depois, alertada pelos quatro torneios do Grand Slam de que a repetição da situação poderia resultar na desqualificação do torneio.


Foto: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários